home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Copa do Mundo 2003 - 2ª Etapa
 
 
 
 

2ª Etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística - Cottbus/Alemanha - Março/2003

Veja os resultados da segunda etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística que acontece em Cottbus, na Alemanha entre os dias 21 e 23 de março. 

23/03/2003 Daiane dos Santos é bronze em Cottbus

Lancepress!

A ginasta brasileira Daiane dos Santos ficou com a medalha de bronze na final dos exercícios de solo da segunda etapa da Copa do Mundo, neste domingo, em Cottbus, na Alemanha. A russa Anna Pavlova ganhou o ouro e a espanhola Elena Gomez levou a prata. Nas eliminatórias, Daiane havia ficado em primeiro lugar.

Também neste domingo, a também brasileira Daniele Hypólito terminou em sexto nas finais da trave, aparelho no qual havia obtido a melhor nota nas eliminatórias. A primeira colocada na trave também foi a russa Anna Pavlova.

No sábado, Daiane ficou em quinto nas barras assimétricas e Daniele conquistou a quarta posição no salto sobre o cavalo.

Na primeira etapa da Copa do Mundo, em Paris, na semana passada, Daniele ganhou a medalha de prata no solo e ficou em sétimo nas assimétricas. Já Daiane ficou em quarto lugar no solo.

Topo da página

23/03/2003 Daniele Hypólito termina em sexto na trave

Lancepress!

Desta vez, Daniele Hypólito ficou de fora do pódio em Cottbus, na Alemanha. Na disputa final da trave, realizada neste domingo, a ginasta brasileira ficou apenas com o sexto lugar, ao somar 8,650 pontos, pela segunda etapa da Copa do Mundo. A "Pequena Notável" não obteve o mesmo êxito do ano passado, quando na mesma cidade alemã (na primeira etapa da Copa do Mundo), conquistou a inédita medalha de ouro para o Brasil neste aparelho.

A vencedora da prova foi a russa Anna Pavlova, com 9,475 pontos. As medalhas de prata e de bronze ficaram com a romena Oana Ban (9,325 pontos) e a espanhola Elena Gomez (9,237 pontos), respectivamente.

Apesar do resultado não ter sido melhor, Daniele Hypólito fez um balanço positivo sobre sua participação em Cottbus. Ela ressaltou a importância de ter disputado as finais em dois aparelhos.

- Acho que minha participação na segunda etapa da Copa do Mundo foi muito proveitosa. Foi uma pena não ter conquistado uma medalha para o Brasil, mas isso faz parte do esporte. Enfrentei adversárias de altíssimo nível nas finais e mesmo assim obtive resultados importantes como o quarto lugar no salto, no sábado, e a sexta colocação na trave, hoje (domingo) – disse Daniele, que na primeira etapa da competição, realizada na semana passada, em Paris, conquistou a medalha de prata no solo.

Resultado final na trave:

1. Anna Pavlova (RUS) 9,475 pontos
2. Oana Ban (ROM) 9,325
3. Elena Gomez (ESP) 9,237
4. Oksana Chusovitina (UZB) 8,950
5. Maria Teresa Gargano (ITA) 8,937
6. Daniele Hypolito (BRA) 8,650
7. Ye Fan (CHI) 8,425
8. Ludovine Furnon (FRA) 8,000
9. Katja Abel (GER) 7,225

Topo da página

23/03/2003 A briga continua

Brasileiras não chegam ao pódio no primeiro dia de finais da etapa alemã, mas hoje Daniele luta por medalha na trave e Daiane, no solo

Lancepress!

O sonhado pódio não aconteceu. Mas os desempenhos de Daniele Hypolito e Daiane dos Santos não foram ruins nas finais de ontem da segunda etapa da Copa do Mundo, realizada em Cottbus, na Alemanha. Enquanto a Pequena Notável foi a quarta no salto sobre o cavalo, a ginasta gaúcha terminou em quinto nas paralelas.

As brasileiras repetiram os mesmos resultados da fase de classificação. Daniele ficou satisfeita por ter ficado entre as quatro num aparelho em que não costuma chegar à final:

– Fiquei satisfeita com meu resultado. O fato de ficar entre as quatro melhores nesta etapa da Copa do Mundo já é uma vitória pessoal.

Daniele marcou 9,156 pontos. O ouro ficou com Oksana Chusovitina (UZB), com 9,344. Nas paralelas, a vitória foi da alemã Elizabeth Tweddle (9,412). Daiane conseguiu 9,050.

As duas brasileiras voltam a competir hoje, em provas nas quais terminaram em primeiro na fase de classificação. Enquanto Daiane lutará por medalha no solo, Daniele disputará a final na trave. Esta é primeira vez na história que o Brasil marcará presença nas finais de todos os aparelhos (solo, salto, paralelas assimétricas e trave), em uma etapa da Copa do Mundo.

O retrospecto de Daniele na trave é animador. Em 2002, na primeira etapa da Copa do Mundo, também em Cottbus, ela conquistou para o Brasil a inédita medalha de ouro. Apesar de ser apontada como forte candidata ao título neste ano, Daniele acha que a disputa será acirrada.

– Estou tranqüila e pretendo me esforçar para conseguir um bom resultado para o Brasil. Vou lutar para conquistar uma medalha na trave, mas sei que não existe favoritismo.

Daniele foi prata no solo, na primeira etapa da Copa do Mundo, semana passada, em Paris (FRA). Na final de hoje na trave, aponta a espanhola Elena Gomez e a russa Anna Pavlova com as principais rivais.

Topo da página

22/03/2003

 

Daniele Hypólito fica em quarto no salto

Oksana Chusovitina, do Uzbequistão, foi a vencedora na segunda etapa da Copa do Mundo. Daiane dos Santos fica em 5º nas paralelas

Lancepress!

Na disputa final do salto sobre o cavalo, realizada neste sábado, na cidade de Cottbus, na Alemanha, pela segunda etapa da Copa do Mundo, a ginasta Daniele Hypólito não conseguiu subir ao pódio, mas obteve um importante resultado para o Brasil ao terminar na quarta colocação, com 9,156 pontos. Vale lembrar que a "Pequena Notável" repetiu a mesma colocação da fase eliminatória, realizada na última sexta-feira.

A medalha de ouro ficou com Oksana Chusovitina (9,344 pontos) do Uzbequistão. A russa Anna Pavlova (9,319 pontos) e a romena Monika Rosu (9,169 pontos), terminaram na segunda e terceira colocações, respectivamente.

- Fiquei muito satisfeita com minha colocação final neste aparelho. Acho que o fato de ficar entre as quatro melhores ginastas nesta etapa da Copa do Mundo já é uma vitória pessoal para mim – disse Daniele.

Já a gaúcha Daiane dos Santos participou neste sábado da final das paralelas. A outra representante brasileira na competição terminou em quinto lugar, com 9,050 pontos. A vencedora foi Elizabeth Tweddle da Grã-Bretanha, com 9,412 pontos.

Resultado final no salto sobre o cavalo:

1. Oksana Chusovitina (UZB) 9,344
2. Anna Pavlova (RUS) 9,319
3. Monika Rosu (ROM) 9,169
4. Daniele Hypólito (BRA) 9,156
5. Alina Kozich (UKR) 9,006
6. Yvonne Musik (GER) 8,969
7. Nikolina Tankoucheva (BUL) 8,938
8. Betty Dupin (FRA) 8,719

Resultado final nas paralelas:

1. Elizabeth Tweddle (GBR) 9,412
2. Alina Kozich (UCR) 9,375
3. Elena Gomez (ESP) 9,262
4. Oksana Chusovitina (UZB) 9,150
5. Daiane Dos Santos (BRA) 9,050
6. Ye Fan (CHN) 9,000
7. Maria Teresa Gargano (ITA) 8,987
8. Tiantian Wang (CHN) 8,175
9. Birgit Schweigert (GER) 7,600

Topo da página

22/03/2003

 

Daniele Hypólito e Daiane dos Santos lutam pelo ouro

Brasileiras tentarão vencer na trave e no solo, respectivamente, na segunda etapa da Copa do Mundo

Lancepress!

As ginastas brasileiras Daniele Hypólito e Daiane dos Santos tentarão conquistar a medalha de ouro na trave e no solo, respectivamente, neste domingo, na segunda etapa da Copa do Mundo, em Cottbus, na Alemanha.

Daniele lutará pelo bicampeonato, já que, no ano passado, pela primeira etapa da Copa do Mundo, realizada na mesma cidade, ela conquistou para o Brasil a inédita medalha de ouro na trave.

Apesar de ser apontada como uma forte candidata ao título deste ano, Daniele acha que a disputa será bastante acirrada.

- Estou bem tranqüila para esta final e pretendo me esforçar ao máximo para conseguir outro grande resultado para o Brasil. Vou lutar muito por uma medalha na trave, mas tenho a consciência de não existe nenhum tipo de favoritismo já que irei enfrentar adversárias de alto nível como a espanhola Elena Gomez e a russa Anna Pavlova – disse a ginasta número um do Brasil, que na etapa de Paris, na semana passada, conquistou a medalha de prata no solo.

Nos exercícios de solo, Daiane dos Santos ficou em primeiro lugar na fase eliminatória e também entra como favorita para ganhar a medalha de ouro na final.

Topo da página

21/03/2003 Daiane também brilha em Cottbus

Lancepress!

Daiane dos Santos também brilhou na segunda etapa da Copa do Mundo, em Cottbus, na Alemanha. A brasileira se classificou para as finais no solo e nas paralelas.

A gaúcha fez bonito e terminou em primeiro no solo, com 9,550 pontos. Em segundo, ficou a espanhola Elena Gomez, com 9,525 e, em terceiro, a russa Anna Pavlova, com 9,350. Na primeira etapa da Copa do Mundo, Daiane já havia conseguido a classificação no solo.

No entanto, ficou sem medalha. Depois de terminar a fase de classificação em primeiro, foi a quarta na fase final.

Desta vez, a brasileira espera ter melhor sorte. E principalmente que os juízes olhem com bons olhos sua apresentação, já que seu quarto lugar foi muito contestado pela delegação brasileira.

Além do bom desempenho no solo, ela brigará por medalhas em outra final. A brasileira foi a quinta melhor nas paralelas, com 8,975 pontos. A primeira colocação foi para a inglesa Elizabeth Tweedle (9,375). Em seguida vieram a espanhola Elena Gomez (9,250) e a ucraniana Alina Kozich (9,050).

Topo da página

21/03/2003 Daniele rumo a mais um pódio

Ouro na trave na etapa alemã do ano passado, brasileira se classifica para a final do aparelho. Ela também disputa uma medalhas no salto

Lancepress!

A cidade de Cottbus, na Alemanha, é mesmo especial para a ginasta Daniele Hypolito. No mesmo local em que conquistou a medalha de ouro na trave em 2002, a ginasta brilhou nesta sexta-feira, nas eliminatórias da segunda etapa da Copa do Mundo. A Pequena Notável se classificou às finais em dois aparelhos: salto sobre o cavalo e trave.

Com uma atuação impecável na trave, Daniele terminou a eliminatória na primeira colocação, com nota 9,125. Em segundo ficou a espanhola
Elena Gomez (9,125) e em terceiro, a russa Anna Pavlova (9,100). Já no salto sobre o cavalo, a brasileira foi a quarta, com 8,863. A primeira foi Oksana Chusovitina, do Uzbequistão, com 9,163. A romena Monika Rosu (9,125) e a russa Anna Pavlova (9,125), ficaram na segunda e terceira colocações, respectivamente. As oito melhores de cada aparelho se classificaram para a final.

– Gostei muito da minha apresentação na trave e no salto. Será importante eu testar o meu desempenho individual nesses dois aparelhos nas
finais – disse Daniele.

Na primeira etapa da Copa do Mundo, em Paris (FRA), na última semana, Daniele disputou as finais no solo e nas paralelas, ficando com a
prata no primeiro. Nesta sexta-feira, apesar de satisfeita em ter conseguido se classificar para as finais em dois aparelhos, a brasileira lamentou seu desempenho no solo. Ela não conseguiu repetir o bom desempenho e foi
apenas a décima sexta colocada, com 8,400 pontos.

– Foi uma pena eu não me classificar no solo, uma das minhas especialidades na ginástica – lamentou.

Nas paralelas, Daniele também não foi bem. Ela terminou na décima sétima colocação, com 8,550 pontos.

Topo da página

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio