home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Copa do Mundo 2004 - 1ª Etapa
 
 
 
 

1ª Etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística - Cottbus/Alemanha - Março/2004

Confira as notícias da primeira etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística que acontece em Cottbus, na Alemanha entre os dias 05 e 07 de março de 2004.

07/03/2004 Daiane: "Fico muito feliz em conseguir manter meus resultados"

Na manhã deste domingo, a brasileira Daiane dos Santos conquistou a medalha de ouro na prova de solo da etapa de Cottbus (Alemanha), da Copa do Mundo de Ginástica. Ela utilizou o duplo twist esticado na sua apresentação e terminou o duelo com a romena Catalina Ponor com a nota 9.762 pontos.

No final de sua apresentação, disse que está muito feliz com o resultado.

- Fico muito feliz em conseguir manter meus resultados. Minha série foi modificada para a grande final, quando trouxe o duplo twist esticado. Esse movimento tem um grau altíssimo de dificuldade e foi minha grande cartada. O Oleg me falou para trocar a primeira acrobacia que abria a série por esse movimento e mais uma vez deu super certo - declarou.

Topo da página

07/03/2004 Ginástica: Outros brasileiros têm dia ruim na Copa do Mundo

Lancepress
No dia em que Daiane dos Santos conquistava a medalha de ouro no solo, na etapa de Cottbus da Copa do Mundo, dois brasileiros também disputavam a competição: Ana Paula Rodrigues e Diego Hypólito, irmão de Daniele Hypólito. Mas, ao contrário de Daiane, os atletas não tiveram bom rendimento.

Ana Paula, na trave, terminou apenas na oitava posição, com a nota 7.912. A brasileira participava pela primeira vez de uma etapa da Copa do Mundo. Na decisão do salto, Diego Hypólito sofreu uma queda, acabando a final em sétimo lugar, com 9.512.

Topo da página

07/03/2004 Daiane dos Santos confirma favoritismo e ganha 3º ouro seguido

Fonte: UOL

Daiane dos Santos confirmou seu favoritismo neste domingo e conquistou a medalha de ouro no solo na etapa de Cottbus da Copa do Mundo de ginástica artística. É a segunda medalha de ouro seguida de Daiane na competição.

Arquivo  
Daiane dos Santos dá mais um show
no solo e fica com o ouro na Alemana
É também a terceira competição internacional seguida em que Daiane participa e obtém a medalha de ouro em seu aparelho predileto: Mundial (2003), etapa de Stuttgart da Copa do Mundo (2003) e, agora, a etapa de Cottbus da Copa do Mundo.

"Estou muito feliz, porque consegui acertar a série várias vezes", disse Daiane, que revelou que ainda possui outro salto forte (tripla pirueta) para mostrar. "Ainda tenho umas cartas na manga e ia fazer uma outra série, mas o Oleg pediu para eu fazer uma seqüência mais segura", revelou a ginasta ao Sportv.

Em Cottbus, Daiane dominou todas as etapas do solo. Nas eliminatórias, na fase final e na decisão da medalha de ouro, a brasileira foi a melhor. E, além do novo salto, Daiane ainda tem um trunfo na manga: não exibiu sua nova coreografia, baseada na música "Brasileirinho". A "novidade" deverá estar no repertório da ginasta para Atenas
.

Neste domingo, Daiane, usando a coreografia que lhe deu o título mundial "Para los Rumberos", obteve uma nota 9.687 em sua primeira apresentação. A romena Catalina Ponor, medalha de ouro na trave, também passou à decisão da medalha de ouro ao obter 9.550.

Na Copa do Mundo, é utilizado um sistema diferente de classificação. Em todos os outros eventos da ginástica artística, há uma fase de classificação e, na final, com os oito melhores ginastas, as medalhas já são decididas. Na Copa do Mundo, além da final, há ainda uma decisão do ouro entre os donos das duas melhores notas.

Na decisão, Daiane apresentou o duplo-twist carpado, salto que leva seu nome (Dos Santos) e que lhe garantiu o título mundial, voltou a cometer pouquíssimos erros e surpreendeu ao usar também o duplo-twist esticado, seu novo salto, coisa que ainda não havia feito em Cottbus.

Sob fortes aplausos do público, a brasileira deixou o local sorridente, recebeu uma nota ainda melhor, 9.762 e garantiu a medalha de ouro.

Topo da página

07/03/2004 Daiane dos Santos conquista mais um ouro para o Brasil

Fonte: CBG

A Ginasta Daiane dos Santos conquistou hoje (7) mais uma medalha de ouro para o Brasil na final de solo na Copa do Mundo de Ginástica Olímpica, em Cottbus, na Alemanha. A brasileira atual campeã mundial venceu a final de solo com 9,687, contra 9,550 da romena e atual vice-campeã do mundo, Catalina Ponor. As duas se classificaram para a Superfinal e lá Daiane venceu novamente (9,762 contra 9,575) a romena e foi pela segunda vez em copas do mundo para o lugar mais alto do pódio. A gaúcha fez também a final de Salto, no sábado, conquistando a quarta colocação.

Hoje foi a vez de mais uma brasileira disputar uma final, Ana Paula Rodrigues disputou a prova de Trave, a paranaense atingiu a nota 7,912 e manteve a oitava posição que a classificou para a final.

No Masculino, Diego Hypólito ficou na sétima posição na final de Salto e Michel Conceição acabou não disputando a final de Solo.

Confira os resultados:

Feminino

 Final

Salto

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Chusovitina, Oksana
UZB
9,431
9,431*
2
  Shire, Sarah
GBR
9,250
9,268*
3
  Sinclair, Melanie
USA
9,174
4
 Dos Santos, Daiane
BRA
9,112
5
 Schweigert, Birgit
GER
9,093
6
 Kozich, Alina
UKR
8,987
7
 Lennon, Katy
GBR
8,831
8
 Musik, Yvonne
GER
8,725
 

Paralela

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Tweddle, Elisabeth
GBR
9,512
9,587*
2
  Leonida, Florica
ROM
9,437
8,900*
3
  Liu, Zhen
CHN
9,125
4
 Sinclair, Melanie
USA
8,587
5
 Shire, Sarah
USA
8,337
6
 Van Leeuwen, Laura
NED
8,037
7
 Pyon, Kwang Sun
PRK
8,000
8
 Brüggemann, Lisa
GER
7,900

Trave

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Ponor, Catalina
ROM
9,587
9,700*
2
  Leonida, Florica
ROM
9,437
9,100*
3
  Sinclair, Melanie
USA
9,225
4
 Shire, Sarah
USA
9,050
5
 Brüggemann, Lisa
GER
8,675
6
 Zharganova, Tatiana
BLR
8,637
7
 Morena, Patricia
ESP
8,062
8
 Rodrigues, Ana Paula
BRA
7,912

Solo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Dos Santos, Daiane
BRA
9,687
9,762*
2
  Ponor, Catalina
ROM
9,550
9,575*
3
  Kozich, Alina
UKR
9,362
4
 Leonida, Florica
ROM
9,237
5
 Hobbs, Vanessa
GBR
9,162
6
 Chusovitina, Oksana
UZB
9,100
7
 Schweigert, Birgit
GER
8,875
8
 Gargano, Maria Teresa
ITA
8,750
9
 Morena, Patricia
ESP
8,625

 

Masculino

 Final

Solo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Vihrovs, Igors
LAT
9,625
9,612*
2
  Suciu, Ioan Silviu
ROM
9,587
9,612*
3
  Yerimbetov, Yernar
KAZ
9,387
4
 Vyoral, David
CZE
9,325
5
 Fardan, Kasper
DEN
8,937
6
 Dominguez, Patrick
SUI
8,875
7
 O'Neill, Brandon
CAN
8,800
8
 Kwiatkowski, Sven
GER
8,612
9
 Da Silva, Gael
FRA
8,100

Cavalo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Cano, Victor
ESP
9,712
9,737*
2
  Lu, Bin
CHN
9,675
8,625*
3
  Suciu, Ioan Silviu
ROM
9,675
4
 Savenko, Dzianis
BLR
9,512
5
 Andergassen, Thomas
GER
9,212
6
 McCain, Stephen
USA
9,000
7
 Rewelinch, Erics
LAT
8,275
8
 Couckhuyt, Günther
BEL
7,900

Argolas

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Tambakos, Dimosthenis
GRE
9,750
9,762*
2
  Van Gelder, Yuri
NED
9,762
9,700*
3
  Dong, Zhen
CHN
9,700
4
 Kurbanbayev, Timur
KAZ
9,700
5
 Lu, Bin
CHN
9,587
6
 Saada, Fateh Ait
ALG
9,562
7
 Ziesmer, Ronny
GER
9,537
8
 Bhavsar, Raj
USA
9,425

Salto

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Blanik, Leszek
POL
9,712
9,718*
2
  Lu, Bin
CHN
9,675
9,412*
3
  Yanef, Filip
BUL
9,656
4
 Witbooi, Julian
RSA
9,518
5
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9,462
6
 Gal, Robert
HUN
9,218
7
 Hypolito, Diego
BRA
9,131
8
 Dominguez, Patrick
SUI
9,068

Paralela

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Tsolakidis, Vasileios
SLO
9,737
9,775*
2
  Petkovsek, Mitja
GRE
9,700
9,762*
3
  Kashima, Takehiro
JPN
9,637
4
 Sinkevich, Alexei
BLR
9,625
5
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9,537
6
 Savenkov, Dzianis
BLR
9,037
7
 Ziesmer, Ronny
GER
8,712
8
 Urzica, Marius
ROM
8,337

Barra Fixa

Rk
Nome
Equipe
Total
1
  Pegan, Aljaz
SLO
9,612
9,650*
2
  Yerimbetov, Yernar
KAZ
9,637
9,625*
3
  Gorbachev, Stepan
KAZ
9,587
4
 Konecny, Martin
CZE
9,575
5
 Maras, Vlasios
GRE
9,525
6
 Savenkov, Dzianis
BLR
8,700
7
 Rizzo, Philippe
AUS
8,625
8
 Vargas, Luis Felipe
PUR
8,425
9
 Kwiatkowski, Sven
GER
8,275

 * Nota na SuperFinal

Topo da página

06/03/2004 Daiane fica em quarto na final do salto

Lancepress!

A ginasta brasileira Daiane dos Santos ficou em quarto lugar na final do salto sobre cavalo na etapa de Cottbus da Copa do Mundo de Ginástica, disputada na manhã deste sábado, na Alemanha. Daiane obteve a mesma média de notas da eliminatória: 9.112. Favorita na prova, a ginasta Oksana Chusovitina, do Uzbequistão, conquistou a medalha de ouro, com 9.431. A americana Sarah Shire ficou em segundo.

Segundo Daiane, competir com a campeã mundial não é fácil.

- A Chusovitina é muito boa nesse aparelho. É muito difícil superá-la. Meus saltos foram muito bons, mas minha nota de partida é menor que a dela. No meu segundo salto apresentei um mortal carpado para frente, mas dei um pequeno passo na aterrissagem. O Oleg (Ostapenko) já está definindo o que vamos alterar no meu salto para que eu consiga uma nota melhor - disse Daiane, em entrevista o Sportv.

Neste domingo, a partir das 15h, Daiane vai brigar pelo ouro na final do solo. Ela obteve a melhor nota da eliminatória: 9.675. A gaúcha se apresentará ao som de Rumba para Los Rumberos, mesma coreografia apresentada no Mundial de Anaheim, quando ficou com o ouro.

- Ainda não apresentarei a coreografia nova, ao som de "Brasileirinho". Ela ainda precisa ser aperfeiçoada. Farei a mesma de Anaheim, provavelmente sem o movimento novo, o duplo twist esticado. Estou muito confiante num bom resultado. Darei o melhor de mim para conquistar mais uma douradinha para o Brasil - completou Daiane.

Topo da página

06/03/2004 " O ritmo é empolgante e tem a cara do Brasil"

Ginasta prepara uma coreografia audaciosa para disputar a Olimpíada de Atenas. Nova série no solo vai valorizar a cultura brasileira, com direito até a uma 'sambadinha' durante a apresentação

Lancepress! - Thiago Lavinas

Daiane dos Santos vai levar a cultura brasileira para o berço da humanidade. Com uma coreografia cheia de valores nacionais, a ginasta quer surpreender público e juízes e ganhar a medalha de ouro na Olimpíada de Atenas.

Ao som da salsa cubana "Rumba para los Rumberos", ela foi eleita pelo COB a melhor atleta nacional em 2003, ganhou o título mundial no solo nos Estados Unidos, com nota 9,737, e também levou a medalha de ouro na etapa da Copa do Mundo de Stuttgart (ALE). Mas a sua nova série tem a cara do Brasil.

Favorita no solo em Atenas, Daiane radicalizou. Visada pelas adversárias, vai apostar na ginga brasileira, difícil de ser copiada. Da antiga coreografia, permaneceram apenas seus dois movimentos inéditos: o duplo twist carpado, batizado com seu sobrenome "Dos Santos" pela Federação Internacional de Ginástica, e o duplo twist esticado.

A nova série será ao ritmo da música "Brasileirinho", composta por Valdir Azevedo. Mas a grande surpresa foi a introdução de sons tipicamente tupiniquins. A batida do surdo dá início à primeira diagonal. Há a presença do carnaval, com a batucada da bateria da Mangueira e da Beija-Flor. Daiane chega até a sambar em uma parte da apresentação. Tem também capoeira, com o som do berimbau. Isso sem falar no cavaquinho, no pandeiro, na cuíca. Para completar, o collant da ginasta terá as cores do Brasil.

– Daiane é campeã do mundo e todas querem copiá-la. Só no Brasil, outras três atletas já fazem o salto que ela criou. Imagina no mundo. Por isso, buscamos algo diferente. Na Grécia, todos vão se arrepiar. Ficou algo muito brasileiro. Procuramos usar tudo o que é nosso e não tem lá fora – disse Rony Ferreira, que montou a coreografia com a ucraniana Nadiia Ostapenko e Bárbara Laffranchi, técnica da seleção de ginástica rítmica desportiva.

Daiane dos Santos concedeu esta entrevista exclusiva ao LANCE! horas antes de embarcar para a Alemanha, onde disputa desde sexta-feira, em Cottbus, a primeira etapa da Copa do Mundo de ginástica. Uma pequena escala rumo a Atenas.

LANCE!: Por que você mudou a série?
Daiane: Já estava há muito tempo repetindo aquela série. Era melhor alterar para a Olimpíada. Os principais saltos continuam. Mas trocamos a música e a coreografia é nova. Não sei explicar direito, é bem brasileira. Dou até uma sambadinha. O ritmo é empolgante, tem a cara do Brasil.

L!: Você acha que alguém vai copiar o salto "Dos Santos" na Olimpíada?
DS: É provável. O importante foi que fui a primeira a realizar o salto. Agora é normal tentarem repeti-lo. Vou ter de treinar muito para conseguir uma medalha em Atenas. Será mais difícil porque estou muito visada. Tenho que fazer melhor e preparar alguma surpresa para a Olimpíada.

L!: Pode surgir um novo movimento?
DS: Não sei, leva tempo para se criar algo diferente. É preciso muito treino, não é de uma hora para outra. Mas é possível alguma ginasta treinar o salto e não demonstrá-lo nestas competições de preparação.

L!: Como você lida com a pressão por resultados?
DS: Penso que não tenho a obrigação de ganhar nada. Já me acostumei com os holofotes. Todo atleta tem que confiar no seu potencial. Sempre tem um pouco de nervosismo antes das competições. Não há como esconder isso, é normal. Sinal de que você está ligado no objetivo. É melhor que ser apática, fria.

L!: O Brasil será um país forte na ginástica ou será difícil surgir outra Daiane?
DS: A ginástica vai se desenvolver no Brasil. E não sou um caso isolado. Já tivemos a Luisa Parente (ouro no Pan 1991) e hoje temos também a Soraia e a Daniele Hypolito.

L!: Mas a Luisa não teve resultados expressivos competindo com ginastas européias. E você, a Soraia e a Daniele são da mesma geração.
DS: Concordo. Mas acho que na próxima geração vão surgir outras grandes atletas para o Brasil. Há apoio, tranqüilidade para trabalhar. Sou patrocinada pela Brasil Telecom e a seleção brasileira permanente tem o apoio da Coca- Cola. Além disso, tem o dinheiro do governo, que veio por meio da Lei Agnelo-Piva. Não tem jeito, é o dinheiro que move o mundo. A ginástica ganhou investidores e isso gerou resultados.

L!: Quais são suas principais adversárias em Atenas?
DS: A Catalina Ponor (romena), a Elena Gomes (espanhola) e a Svetlana Korkhina (russa, campeã olímpica). Elas estão sempre disputando comigo os primeiros lugares. Esta etapa na Alemanha vai ser legal para ver como elas estão se preparando.

L!: Ao conquistar o ouro no solo no mundial, você teve uma nota 9,737. Ganhar um dez é uma obsessão?
DS: É muito difícil, quase impossível. Tudo tem que dar certo. Na minha série, pelo grau de dificuldade, é possível. Mas só sonho que a minha apresentação na Olimpíada seja perfeita, que tudo dê certo.

L!: A romena Nadia Comaneci conseguiu atingir a perfeição em 1976.
DS: Mas são épocas diferentes. Olha como era a ginástica no tempo dela e como está hoje. Ganhar um dez é muito, muito difícil agora.

Topo da página

06/03/2004 Brasil pode quebrar recorde de medalhas

Lancepress!

Participando de cinco finais, o Brasil tem uma grande chance de bater o recorde de medalhas em Copas do Mundo. O país nunca levou mais de uma medalha em uma mesma etapa. Além de Daiane dos Santos, Diego Hypolito e os estreantes Michel Conceição e Ana Paula Rodrigues também estão em finais. Apenas Mosiah Rodrigues não passou para uma decisão.

Na eliminatória desta sexta, Diego Hypolito fazia boa apresentação no solo, sua especialidade, quando caiu em uma das acrobacias. Terminou em 12 lugar. Em compensação, ele foi o segundo melhor no salto, com a nota 9.662, e está na final de sábado.

– Foi uma pena a queda do Diego, pois ele estava muito bem. O mais triste é que ele nunca erra aquela acrobacia. Depois, ele fez um grande salto e, se repetir a performance, vai ganhar uma medalha – disse Leonardo Finco, treinador da Seleção masculina.

Mesmo com a queda de Diego, o Brasil será representado na final do solo. Michel Conceição foi o oitavo, com a nota 9.400, garantindo a última vaga na decisão, que será neste sábado, a partir das 10 horas.

Ana Paula Rodrigues também conseguiu a última vaga para a final, só que na trave. A ginasta de 16 anos recebeu a nota 8.700 e quer surpreender na final, domingo.

Topo da página

06/03/2004 Rival, romena fica para trás no solo

Lancepress!

Das três adversárias apontadas pela própria Daiane como as principais ameaças ao ouro olímpico no solo, apenas a romena Catalina Ponor está em Cottbus. A espanhola Elena Gomes, líder do ranking da Federação Internacional no aparelho, e a russa Svetlana Korkhina (atual campeã olímpica) preferiram ficar treinando.

E a brasileira deixou Ponor para trás. A romena ficou em segundo lugar na eliminatória, 0,1 ponto atrás de Daiane (9.675 x 9.575). Na trave, Ponor mostrou sua força e conseguiu a melhor atuação no aparelho, com 9.650, 0.4 ponto a mais que a segunda, a americana Melanie Sinclair.

Topo da página

06/03/2004 Diego Hypolito é o segundo melhor no salto

Brasileiro só ficou atrás do polonês Leszek Blanik e vai disputar a final do aparelho no domingo

Lancepress!

O carioca Diego Hypolito foi o segundo melhor ginasta na eliminatória do salto na etapa de Cottbus da Copa do Mundo de Ginástica. Nesta sexta-feira, seu salto recebeu a nota 9.662, garantindo o brasileiro na final do aparelho, que será realizada no domingo, a partir das 15 horas.

Diego não foi bem na sua melhor prova, o solo, terminando na 12ª posição e ficando fora da final. Mas compensou no salto, aparelho em que ele vem evoluindo.

Os outros brasileiros não conseguiram chegar à final no restante das provas que foram disputadas na tarde desta sexta-feira (horário do Brasil). Pela manhã, Michel Conceição havia garantido um lugar na decisão do solo, com o oitavo lugar na eliminatória.

Michel terminou em 16º lugar nas argolas e em 32º no salto. Mosiah Rodrigues, único ginasta do Brasil classificado para a Olimpíada de Atenas, ficou em 23º na paralela e em 14º na barra fixa.

VSR

Topo da página

06/03/2004 Daiane dos Santos termina em primeiro no solo

Ginasta gaúcha fez a melhor apresentação nas eliminatórias do solo na etapa de Cottbus da Copa do Mundo de Ginástica. Ana Paula Rodrigues foi para a final na trave

Lancepress!

A ginasta Daiane dos Santos confirmou a condição de melhor do mundo no solo nas eliminatórias da primeira etapa da Copa do Mundo de Ginástica, que está sendo realizada em Cottbus, na Alemanha. Nesta sexta-feira, ela foi a melhor no aparelho, com a nota de 9.675, deixando para trás as romenas Catalina Ponor e Florica Leonida, segunda e terceira, respectivamente.

No domingo, a partir das 15 horas (horário de Brasília), Daiane vai disputar a medalha de ouro na final do aparelho, ao lado das outras sete classificadas na eliminatória.

A gaúcha também competiu na trave, mas não chegou à decisão, ao terminar na 17ª posição, com 8.425. Nesse aparelho, a representante do Brasil será Ana Paula Rodrigues, que ficou no oitavo lugar, com 8.700. A melhor foi Ponor, com 9.650. A decisão da trave também será no domingo.

Ana Paula Rodrigues também participou da prova de solo, mas ficou na 28ª posição, com 6.925.

VSR

Topo da página

06/03/2004 Diego luta contra a escrita

Lancepress!

O fato de os homens serem maioria na equipe brasileira que está em Cottbus – são três representantes (Diego Hypolito, Mosiah Rodrigues e Michel Conceição), contra duas mulheres (Daiane dos Santos e Ana Paula Rodrigues) – é uma prova de que a ginástica masculina do Brasil vive um bom momento.

Um dos favoritos para chegar à final no solo, Diego Hypolito está esperançoso em conseguir uma medalha em uma Copa do Mundo, que seria inédita para a ginástica masculina do Brasil.

– Estou bem preparado e acredito que desta vez poderei lutar por uma medalha no solo – afirmou Diego Hypolito, que também vai disputar as provas de salto e de cavalo com alças.

Programação.
As eliminatórias de todos os aparelhos serão disputadas nesta sexta-feira a partir das 9 horas (horário de Brasília). As finais vão ser realizadas no sábado e no domingo. Sábado, a partir das 10 horas, serão decididos o salto e a paralela (feminino) e o solo, o cavalo com alças e as argolas (masculino).

No domingo, serão disputadas as finais do solo e da trave (feminino) e do salto, da paralela e da barra fixa (masculino). As provas começam às 15 horas.

Topo da página

05/03/2004

 

Daiane, Ana Paula, Michel e Diego nas finais da Copa do Mundo de Ginástica

CBG

A Ginástica Brasileira garantiu nesta sexta-feira (5), cinco vagas nas finais da Copa do Mundo de Ginástica Artística, que acontecem neste sábado e domingo em Cottbus na Alemanha. A ginasta Daiane dos Santos - atual campeã mundial do solo, confirmou presença na final de solo (9.675) e salto (9.112). Diego Hypólito também estará nas finais de salto (9.662). Estreantes em Copas do Mundo, os ginastas Michel Conceição e Ana Paula Rodrigues surpreenderam neste primeiro dia de competição, garantindo também vaga nas finais de trave e solo. Ana Paula obteve nota (8.700) ficando com a 8º posição na trave, e Michel Conceição também obteve o 8º lugar com (9.400), no solo. Nas eliminatórias de solo Daiane superou as romenas Catalina Ponor (3º lugar no solo e 1º na trave na etapa de novembro em Sttutgart), e Florica Leonida.

Neste sábado (6), as finais iniciam a partir das 10h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo pela Sportv (NET). Estarão competindo Daiane dos Santos na final de salto e Michel Conceição na final de solo. Já no domingo (7), a partir das 11:00 horas no Brasil, também com transmissão ao vivo, Daiane competirá no solo, Ana Paula na trave e Diego Hypólito no salto.

Topo da página

05/03/2004

 

Resulados da Copa do Mundo

CBG

Confira abaixo alguns dos primeiros resultados da Copa do Mundo de Ginástica Olímpica que está acontecendo em Cottbus, na Alemanha. Hoje serão realizadas as provas classificatórias que definem 8 ginastas por aparelho que disputarão as finais no sábado e no domingo. Durante o dia estaremos divulgando todos os resultados.

Feminino:

 

 Classificatório

Salto

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Chusovitina, Oksana
UZB
9.400
9.450
9.425
2
 Shire, Sarah
USA
9.250
9.300
9.275
3
 Sinclair, Melanie
USA
9.150
9.225
9.187
4
 Dos Santos, Daiane
BRA
9.250
8.975
9.112
5
 Lennon, Katy
GBR
9.200
9.025
9.112
6
 Musik, Yvonne
GER
9.175
8.975
9.075
7
 Schweigert, Birgit
GER
9.075
9.050
9.062
8
 Kozich, Alina
UKR
9.175
8.900
9.037
9
 Vanwalleghem, Aagje
BEL
9.025
8.925
8.975
10
 Richard, Gaelle
FRA
9.200
8.625
8.912
11
 Skowronska, Joanna
POL
8.800
9.000
8.900
12
 Skowronska, Malgorzata
POL
8.900
8.875
8.887
13
 Linders, Loes
NED
8.650
9.100
8.875
14
 Pyon, Kwang Sun
PRK
8.825
8.800
8.812
15
 Kaeslin, Ariella
SUI
9.050
8.500
8.775
16
 Almenoksa, Annukka
FIN
8.650
8.900
8.775
17
 Gál, Kitti
HUN
8.825
8.500
8.662
18
 Maresová, Katerina
CZE
8.625
8.575
8.600
19
 Moreno, Laura del Carmen
MEX
8.700
8.300
8.500
20
 Michael, Elpida
CYP
8.650
8.000
8.325
21
 Palmu, Jaana
FIN
8.350
8.150
8.250
22
 Carreno, Carolina Alarcon
CHI
7.900
8.250
8.075
23
 Kang, Yun Mi
PRK
0.000
9.225
4.612
24
 Soupe, Nelly
FRA
8.550
0.000
4.275
25
 Ioannou, Maria
CYP
0.000
0.000
0.000
25
 Pestrin, Marika
ITA
0.000
0.000
0.000
25
 Lozoya, Cristina
MEX
0.000
0.000
0.000
25
 Wagner, Veronica
SWE
0.000
0.000
0.000
25
 Groenveld, Shalina
NED
0.000
0.000
0.000

Paralela

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Liu, Juan
CHN
9.650
2
 Tweddle, Elizabeth
GBR
9.550
3
 Pyon, Kwang Sun
PRK
9.475
4
 Sinclair, Melanie
USA
9.450
5
 Leonida, Florica
ROM
9.300
6
 Van Leeuwen, Laura
NED
9.250
7
 Shire, Sarah
USA
9.225
8
 Brüggemann, Lisa
GER
9.150
9
 Dos Santos, Daiane
BRA
9.025
10
 Richard, Gaelle
FRA
8.950
11
 Marti, Melanie
SUI
8.925
12
 Rodrigues, Ana Paula
BRA
8.875
13
 Chusovitina, Oksana
UZB
8.725
14
 Kozich, Alina
UKR
8.725
15
 Groenveld, Shalina
NED
8.375
16
 Zanevskaja, Jelena
LTU
8.325
17
 Vanwalleghem, Aagje
BEL
8.300
18
 Sikulová, Jana
CZE
8.300
19
 Schweigert, Birgit
GER
8.250
20
 Han, Jong Ok
PRK
8.250
21
 Maresová, Katerina
CZE
8.200
22
 Lennon, Katy
GBR
8.125
23
 Siruts, Iryna
BLR
8.100
24
 Gargano, Maria Teresa
ITA
8.000
25
 Palmu, Jaana
FIN
7.750
26
 Moreno, Laura del Carmen
MEX
7.700
27
 Moreno, Patricia
ESP
7.650
28
 Leal, Rocio
MEX
7.600
29
 Zharhanava, Tatsiana
BLR
7.475
30
 Gratt, Tanja
AUT
7.100
31
 Skowronska, Joanna
POL
6.900
32
 Musik, Yvonne
GER
8.725
33
 Ferber, Melanie
GER
8.200

Trave

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Ponor, Catalina
ROM
9.650
2
 Sinclair, Melanie
USA
9.250
3
 Brüggemann, Lisa
GER
9.200
4
 Leonida, Florica
ROM
9.200
5
 Shire, Sarah
USA
9.025
6
 Moreno, Patricia
ESP
8.925
7
 Zharhanava, Tatsiana
BLR
8.800
8
 Rodrigues, Ana Paula
BRA
8.700
9
 Gargano, Maria Teresa
ITA
8.700
10
 Tweddle, Elizabeth
GBR
8.600
11
 Liu, Juan
CHN
8.600
12
 Siruts, Iryna
BLR
8.575
13
 Wagner, Veronica
SWE
8.575
14
 Chusovitina, Oksana
UZB
8.525
15
 Marti, Melanie
SUI
8.450
16
 Colombo, Ilaria
ITA
8.450
17
 Dos Santos, Daiane
BRA
8.425
18
 Pyon, Kwang Sun
PRK
8.400
19
 Ramassamy, Nelly
FRA
8.350
20
 Schweigert, Birgit
GER
8.325
21
 Linders, Loes
NED
8.250
22
 Hobbs, Vanessa
GBR
8.250
23
 Palmu, Jaana
FIN
8.175
24
 Hasenöhrl, Carina
AUT
8.125
25
 Gratt, Tanja
AUT
8.075
26
 Pihan, Marta
POL
7.975
27
 Campos, Laura
ESP
7.950
28
 Almenoksa, Annukka
FIN
7.825
29
 Zanevskaja, Jelena
LTU
7.700
30
 Sikulová, Jana
CZE
7.675
31
 Kozich, Alina
UKR
7.650
32
 Kaeslin, Ariella
SUI
7.500
33
 Ozanová, Veronika
CZE
7.325
34
 Leal, Rocio
MEX
7.100
35
 Han, Jong Ok
PRK
6.750
36
 Gál, Kitti
HUN
6.650
37
 Musik, Yvonne
GER
8.600

Solo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Dos Santos, Daiane
BRA
9.675
2
 Ponor, Catalina
ROM
9.575
3
 Leonida, Florica
ROM
9.425
4
 Chusovitina, Oksana
UZB
9.075
5
 Kozich, Alina
UKR
8.975
6
 Moreno, Patricia
ESP
8.925
7
 Hobbs, Vanessa
GBR
8.875
8
 Gargano, Maria Teresa
ITA
8.775
9
 Sinclair, Melanie
USA
8.650
10
 Zanevskaja, Jelena
LTU
8.525
11
 Kaeslin, Ariella
SUI
8.500
12
 Shire, Sarah
USA
8.475
13
 Ramassamy, Nelly
FRA
8.375
14
 Pihan, Marta
POL
8.350
15
 Kang, Yun Mi
PRK
8.350
16
 Schweigert, Birgit
GER
8.150
17
 Musik, Yvonne
GER
8.000
18
 Moreno, Laura del Carmen
MEX
7.900
19
 Gratt, Tanja
AUT
7.725
20
 Hasenöhrl, Carina
AUT
7.600
21
 Gál, Kitti
HUN
7.575
22
 Almenoksa, Annukka
FIN
7.550
23
 Carreno, Carolina Alarcon
CHI
7.350
24
 Michael, Elpida
CYP
7.250
25
 Campos, Laura
ESP
7.225
26
 Skowronska, Malgorzata
POL
7.025
27
 Marti, Melanie
SUI
6.950
28
 Rodrigues, Ana Paula
BRA
6.925

Masculino:

Classificatório

Solo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Shewfelt, Kyle
CAN
9.600
2
 Vihrovs, Igor
LAT
9.525
3
 Dominguez, Patrick
SUI
9.525
4
 O'Neill, Brandon
CAN
9.500
5
 Da Silva, Gael
FRA
9.500
6
 Suciu, Ioan Silviu
ROM
9.425
7
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9.400
8
 Conceicao, Michel
BRA
9.400
9
 Fardan, Kasper
DEN
9.375
10
 Vyoral, David
CZE
9.300
11
 Martinez, Rafael
ESP
9.050
12
 Hypolito, Diego
BRA
9.025
13
 Couckhuyt, Günther
BEL
9.000
14
 Yoneda, Isao
JPN
9.000
15
 Savenkou, Dzianis
BLR
8.950
16
 Wammes, Jeffrey
NED
8.950
17
 Gál, Robert
HUN
8.875
18
 Guille, Cédric
FRA
8.875
19
 McCain, Stephen
USA
8.875
20
 Gorbachev, Stepan
KAZ
8.850
21
 Ri, Jong Song
PRK
8.825
22
 Bouallegue, Wajdi
TUN
8.800
23
 Al-Harazi, Nashwan Haider
YEM
8.700
24
 Böström, Jimmi
SWE
8.700
25
 Konecný, Martin
CZE
8.650
26
 Lipsky, Andrey
BUL
8.600
27
 Palgen, Sascha
LUX
8.600
28
 Markovic, Tomislav
CRO
8.550
29
 Kwiatkowski, Sven
GER
8.425
30
 Mayr, Marco
AUT
8.350
31
 Gerrard, Darren
GBR
8.300
32
 Ude, Filip
CRO
8.300
32
 Ziesmer, Ronny
GER
8.300
34
 Aristotelous, Constantinos
CYP
8.200
35
 Rivera, Luis
PUR
8.200
36
 Blanik, Leszek
POL
8.000
37
 Mubareek, Makki
KSA
7.900
38
 Lodahl, Tue
DEN
7.850
39
 Georgiou, George
CYP
7.750
40
 Al-Muntaser, Esmail Mohammed
YEM
6.650
41
 Makoshi, Ziyad A.
KSA
6.450
42
 Spiridonov, Eugen (Extra)
GER
8.450

Cavalo

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Cano, Victor
ESP
9.650
2
 Lu, Bin
CHN
9.625
3
 Suciu, Ioan Silviu
ROM
9.625
4
 Revelinch, Erics
LAT
9.600
5
 Couckhuyt, Günther
BEL
9.575
6
 Savenkou, Dzianis
BLR
9.575
7
 Andergassen, Thomas
GER
9.525
8
 McCain, Stephen
USA
9.500
9
 Alexandersson,
ISL
9.500
10
 Ferdjani, Sidali
ALG
9.450
11
 Sinkevich, Aliaksei
BLR
9.450
12
 Fekete, Levente
HUN
9.400
13
 Kashima, Takehiro
JPN
9.350
14
 Bhavsar, Raj
USA
9.350
15
 Schaerer, Christoph
SUI
9.300
16
 Schweizer, Andreas
SUI
9.225
17
 Rodrigues, Mosiah
BRA
9.200
18
 Hjorth, Michael
SWE
9.150
19
 Rizzo, Philippe
AUS
9.125
20
 Palgen, Sascha
LUX
9.125
21
 Bouallegue, Wajdi
TUN
9.100
22
 Busnari, Alberto
ITA
9.050
23
 Rivera, Luis
PUR
8.900
24
 Varonian, Benjamin
FRA
8.850
25
 Berki, Krisztián
HUN
8.850
26
 Carroll, John
AUS
8.800
27
 Di, Li
CHN
8.775
28
 Gorbachev, Stepan
KAZ
8.750
29
 Kim, Hyon Il
PRK
8.650
29
 Kwiatkowski, Sven
GER
8.650
31
 Vargas, Luis Felipe
PUR
8.350
32
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
8.300
33
 Maras, Vlasios
GRE
8.200
34
 Martinez, Rafael
ESP
8.100
35
 Urzica, Marius Daniel
ROM
8.050
36
 Cassina, Igor
ITA
7.850
37
 Tanskanen, Jani
FIN
7.750
38
 Ude, Filip
CRO
7.750
39
 Marcek, Kris
CRO
7.650
40
 Baldauf, Marco
AUT
7.550
41
 Campos, Manuel
POR
7.550
42
 Tsolakidis, Vasileios
GRE
7.450
43
 Saito, Yoshihiro
JPN
7.400
44
 Al-Harazi, Nashwan Haider
YEM
7.225
45
 Böström, Jimmi
SWE
7.100
46
 Bertoncelj, Saso
SLO
6.900
47
 Hypolito, Diego
BRA
6.700
48
 Al-Muntaser, Esmail Mohammed
YEM
4.650
49
 Zapf, Stephan (Extra)
GER
9.200

Argolas

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Van Gelder, Yuri
NED
9.700
2
 Tampakos, Dimosttrenis
GRE
9.650
3
 Dong, Zhen
CHN
9.650
4
 Kurbanbayev, Timur
KAZ
9.600
5
 Ziesmer, Ronny
GER
9.575
6
 Bhavsar, Raj
USA
9.550
7
 Saada, Fateh Ait
ALG
9.500
8
 Lu, Bin
CHN
9.475
9
 Da Silva, Gael
FRA
9.475
10
 Torkkel, Olli
FIN
9.450
11
 Giorgallas, Iriodotus
CYP
9.450
12
 Townsend, Sean
USA
9.425
13
 Schweizer, Andreas
SUI
9.400
14
 Fekete, Levente
HUN
9.375
15
 Andergassen, Thomas
GER
9.375
16
 Conceição, Michel
BRA
9.350
17
 Saito, Yoshihiro
JPN
9.225
18
 Martinez, Rafael
ESP
9.200
19
 Blanik, Leszek
POL
9.200
20
 Dominguez, Patrick
SUI
9.150
21
 Cano, Victor
ESP
8.900
22
 Georgiou, George
CYP
8.800
23
 Carroll, John
AUS
8.500
24
 Ramos, Tommy
PUR
8.500
25
 Jong, U Chol
PRK
8.350
26
 Mayr, Marco
AUT
7.550
27
 Rivera, Luis
PUR
7.350
28
 Mubareek, Makki
KSA
6.600
29
 Zapf, Stephan (Extra)
GER
9.225

Salto

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Blanik, Leszek
POL
9.737
2
 Hypolito, Diego
BRA
9.662
3
 Lu, Bin
CHN
9.637
4
 Yanev, Filip
BUL
9.537
5
 Dominguez, Patrick
SUI
9.487
6
 Shewfelt, Kyle
CAN
9.475
7
 Witbooi, Julian
RSA
9.462
8
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9.462
9
 Gál, Robert
HUN
9.450
10
 O'Neill, Brandon
CAN
9.375
11
 Suciu, Ioan Silviu
ROM
9.362
12
 Savenkou, Dzianis
BLR
9.337
13
 Sapronenko, Eugen
LAT
9.325
14
 Konecný, Martin
CZE
9.300
15
 Fardan, Kasper
DEN
9.300
16
 Rivera, Luis
PUR
9.287
17
 Townsend, Sean
USA
9.275
18
 Mubareek, Makki
KSA
9.125
19
 Al-Harazi, Nashwan Haider
YEM
9.112
20
 Wammes, Jeffrey
NED
9.075
21
 Da Silva, Gael
FRA
9.075
22
 Gerrard, Darren
GBR
9.037
23
 Martinez, Rafael
ESP
9.037
24
 Vyoral, David
CZE
9.000
25
 Mayr, Marco
AUT
8.887
26
 Kulesza, Roman
POL
8.750
27
 Lodahl, Tue
DEN
8.225
28
 Ri, Jong Song
PRK
4.800
29
 Palgen, Sascha
LUX
4.200
30
 Makoshi, Ziyad A.
KSA
4.175
31
 Al-Muntaser, Esmail Mohammed
YEM
3.750
32
 Conceição, Michel
BRA
3.675
33
 Spiridonov, Eugen (Extra)
GER
8.925

Paralela

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Tsolakidis, Vasileios
GRE
9.675
2
 Petkovsek, Mitja
SLO
9.650
3
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9.550
4
 Urzica, Marius Daniel
ROM
9.550
5
 Kashima, Takehiro
JPN
9.525
6
 Sinkevich, Aliaksei
BLR
9.500
7
 Savenkou, Dzianis
BLR
9.450
8
 Ziesmer, Ronny
GER
9.425
9
 Martinez, Rafael
ESP
9.400
10
 Gorbachev, Stepan
KAZ
9.400
11
 Rizzo, Philippe
AUS
9.350
12
 Jong, U Chol
PRK
9.350
13
 Bhavsar, Raj
USA
9.325
14
 Townsend, Sean
USA
9.300
15
 Schweizer, Andreas
SUI
9.225
16
 Andergassen, Thomas
GER
9.200
17
 Guille, Cédric
FRA
9.025
18
 Kierzkowski, Adam
POL
9.000
19
 Kim, Hyon Il
PRK
8.950
20
 Campos, Manuel
POR
8.850
21
 Tampakos, Dimosttrenis
GRE
8.825
22
 Vargas, Luis Felipe
PUR
8.700
23
 Rodrigues, Mosiah
BRA
8.650
24
 Kulesza, Roman
POL
8.600
25
 Varonian, Benjamin
FRA
8.400
25
 Hjorth, Michael
SWE
8.400
27
 Yoneda, Isao
JPN
8.400
28
 Ramos, Tommy
PUR
8.100
29
 Lipsky, Andrey
BUL
7.950
30
 Schaerer, Christoph
SUI
7.900
31
 Alexandersson,
ISL
7.850
32
 Ferdjani, Sidali
ALG
7.300
33
 Lu, Bin
CHN
6.750
34
 Böström, Jimmi
SWE
6.250
35
 Spiridonov, Eugen (Extra)
GER
8.600

Barra Fixa

Rk
Nome
Equipe
Total
1
 Pegan, Aljaz
SLO
9.750
2
 Maras, Vlasios
GRE
9.650
3
 Rizzo, Philippe
AUS
9.625
4
 Konecný, Martin
CZE
9.625
5
 Yerimbetov, Yernar
KAZ
9.525
6
 Gorbachev, Stepan
KAZ
9.525
7
 Vargas, Luis Felipe
PUR
9.500
8
 Savenkou, Dzianis
BLR
9.500
9
 Kashima, Takehiro
JPN
9.500
10
 Townsend, Sean
USA
9.475
11
 Varonian, Benjamin
FRA
9.475
12
 Lu, Bin
CHN
9.475
12
 Schaerer, Christoph
SUI
9.475
14
 Rodrigues, Mosiah
BRA
9.300
15
 Yanev, Filip
BUL
9.275
16
 Kwiatkowski, Sven
GER
9.225
17
 Lipsky, Andrey
BUL
9.225
18
 Mönkkönen, Jari
FIN
9.200
19
 Tanskanen, Jani
FIN
9.100
20
 Cassina, Igor
ITA
9.050
21
 Ziesmer, Ronny
GER
8.950
22
 Yoneda, Isao
JPN
8.875
23
 Guille, Cédric
FRA
8.800
24
 Busnari, Alberto
ITA
8.725
25
 Kulesza, Roman
POL
8.650
26
 Carroll, John
AUS
8.500
27
 Campos, Manuel
POR
8.425
28
 Aristotelous, Constantinos
CYP
8.350
29
 McCain, Stephen
USA
8.300
30
 Ude, Filip
CRO
8.250
31
 Martinez, Rafael
ESP
7.950
32
 Ramos, Tommy
PUR
7.600
33
 Baldauf, Marco
AUT
5.950
34
 Zapf, Stephan (Extra)
GER
8.400

 

Topo da página

05/03/2004

Copa do Mundo de Ginástica ao vivo na SPORTV

CBG

A Copa do Mundo de Ginástica Artística, que acontece neste final de semana (6 e 7), em Cottbus na Alemanha, estará sendo transmitida ao vivo pela Sportv 1 (canal 39), e Sportv 2 (canal 38) da NET, para todo o Brasil. Neste sábado (6), a transmissão ao vivo será a partir das 10:00 horas da manhã no canal 38 e no domingo (7), a partir das 11:00 horas no canal 39. Estarão sendo transmitidas ao vivo as finais da Copa do Mundo por aparelhos.

No sábado os telespectatores poderão assistir ao vivo as finais nos aparelhos: salto e paralela feminino, e solo, cavalo com alças e argolas masculino. E no domingo acontecem as finais femininas no solo e trave e as finais masculinas no salto, paralela e barra fixa. Estão participando da Copa do Mundo em Cottbus os ginastas Diego Hypólito, Michel Conceição, Mosiah Rodrigues, Daiane dos Santos e Ana Paula Rodrigues.

Topo da página

04/03/2004

Ginástica Brasileira busca, nesta Sexta, vaga para as finais na Copa do Mundo de Cottbus

CBG

Começa nesta sexta-feira (5), as provas qualificatórias da Copa do Mundo de Ginástica em Cottbus na Alemanha. A maratona para se chegar as finais de sábado e domingo reúne aproximadamente 160 ginastas femininos e masculinos, de 50 países. O Brasil estará representado pelos ginastas Mosiah Rodrigues, Michel Conceição, Diego Hypólito, Daiane dos Santos e Ana Paula Rodrigues. A partir das 13:00 horas desta sexta-feira (9:00 horas da manhã no Brasil), inicia-se a competição em todos os aparelhos.

Daiane competirá nos quatro aparelhos (solo, salto, trave e paralela). Já a ginasta Ana Paula Rodrigues, que fará sua estréia em Copa do Mundo, competirá na trave, paralela e solo. No masculino Diego Hypólito, Mosiah Rodrigues e Michel Conceição se revezarão nos seis aparelhos. Diego competirá no solo, salto e cavalo com alças. Mosiah Rodrigues tentará garantir vaga para as finais competindo na barra fixa, cavalo com alças e paralelas. E o ginasta Michel Conceição, que também estréia em Copa do Mundo de Ginástica, competirá nos aparelhos solo, argolas e barra fixa.

FINAIS
No sábado (6), a partir das 14:00 horas (10:00 horas no Brasil), inicia-se as finais nos aparelhos: salto e paralela feminino e solo, cavalo com alças e argolas masculino. E no domingo (7), a partir das 15:00 horas (11:00 horas no Brasil), acontecem as finais femininas no solo e trave e as finais masculinas no salto, paralela e barra fixa. Segundo informações do site da Copa do Mundo de Cottbus na Alemanha (www.dtb-online.de), os aparelhos favoritos no masculino são cavalo com alças (61 ginastas participantes), barra fixa (57 ginastas) e solo (53 ginastas). Já no feminino a trave é o aparelho com o maior número de ginastas inscritas: 46, seguido do solo com 44 e paralela 43 ginastas.

Depois de duas semanas treinando a nova coreografia ao som da música “Brasileirinho”, que será apresentada nas Olimpíadas de Atenas, Daiane dos Santos disse antes de embarcar para a Alemanha, que a apresentação desta nova coreografia já neste final de semana na Alemanha, dependerá do técnico Oleg Ostapenko. “Tudo vai depender da decisão do Oleg. Consegui me adaptar bem aos novos movimentos e a música, e na hora vou estar preparada tanto para executar a coreografia antiga como para estrear a nova”, disse Daiane, confiante num bom resultado.

Nesta Etapa da Copa do Mundo, das 59 ginastas inscritas, uma das principais adversárias de Daiane será a Romena Catalina Ponor, vice-campeã mundial no solo e na trave no Mundial de Ginástica de Anaheim – EUA. Em novembro passado quando Daiane ganhou o ouro no solo, na Etapa da Copa do Mundo de Sttutgart na Alemanha, a Romena Catalina Ponor ficou em 3º lugar no solo e 1º na trave. Outras duas adversárias do Brasil, as ginastas Svetlana Khorkina da Rússia e Elena Gomes da Espanha, não estarão em Cottbus. Khorkina obteve em 2003 o 1º lugar individual geral no Mundial de Anaheim e na Copa do Mundo de Sttutgart ficou ao lado de Daiane dos Santos com a 2º posição no solo, e ainda obteve outras três medalhas de bronze: salto, paralela e trave.

Programação
Copa do Mundo de Ginástica em Cottbus Alemanha

5/03 – Qualificação – provas em todos os aparelhos
Horário: 13:00 horas (horário da Alemanha)

6/03 – Finais por aparelho
Horário: 14:00 horas (horário da Alemanha)

7/03 – Finais por aparelho
Horário: 15:00 horas (horário da Alemanha)

Maiores informações: Site: www.dtb-online.de

Topo da página

01/03/2004 Ginastas embarcam para a Copa do Mundo da Alemanha

Daiane fará a aestréia da nova coreografia

CBG

As atletas da Equipe Brasileira de Ginástica Olímpica, Daiane dos Santos e Ana Paula Rodrigues e os atletas Mosiah Rodrigues, Diego Hypólito e Michel Conceição, embarcam nesta terça-feira (2), às 16h30min, para Cottbus na Alemanha, onde participam nos dias 6 e 7 da 1ª Etapa da Copa do Mundo de Ginástica de 2004. Esta será a primeira competição internacional dos ginastas neste ano olímpico. Depois da conquista da medalha de ouro no solo em novembro em Sttutgart, Daiane volta a pisar em solo alemão agora com mais um trunfo: irá estrear pela primeira vez sua nova coreografia numa competição internacional, o “Brasileirinho”, que além de trazer mudanças musicais, conta com novos elementos.

A nova coreografia começou a ser treinada há apenas duas semanas, logo após à seletiva (14/02), que definiu as duas ginastas que irão participar desta primeira Etapa da Copa do Mundo. “Além de estrear a nova coreografia, que tem a cara do Brasil e deverá impressionar o público, espero conseguir subir ao pódio novamente”, destacou Daiane, que competirá nos quatro aparelhos (solo, salto, trave e paralela). Já a ginasta Ana Paula Rodrigues, fará sua estréia em Copa do Mundo. Especialista em trave e paralela, Ana Paula deverá competir também no solo.

Já os ginastas Diego Hypólito, Mosiah Rodrigues e Michel Conceição se revezarão nos seis aparelhos. Diego, que foi 5º lugar no salto em Sttutgart em novembro, também competirá no salto e cavalo com alças. Mosiah Rodrigues, que também esteve na Etapa da Alemanha, brigará agora pelas finais nos aparelhos barra fixa, cavalo com alças e paralelas. E o ginasta Michel Conceição, fará sua estréia em Copa do Mundo de Ginástica, competindo nos aparelhos solo, argolas e barra fixa. De lá os cinco ginastas do Brasil embarcam para a Etapa da Copa do Mundo da França, que acontece nos dias 13 e 14 em Lyon. Acompanham a delegação os técnicos Oleg Ostapenko da Equipe Feminina e Leonardo Finco da Masculina. Na França a Equipe Feminina receberá o reforço da ginasta Daniele Hypólito que treinará no Rio de Janeiro até às vésperas do embarque.

O retorno da Equipe Masculina ao Brasil está prevista para o dia 16, onde eles permanecerão treinando com vistas para a Copa do Mundo do Rio de Janeiro que acontece nos dias 2 a 4 de Abril. Já as ginastas continuam a maratona de competição no “Evento Teste” que acontece de 15 a 21 de Março em Atenas. Lá a Equipe se completa com a chegada de Laís Souza, Caroline Molinari e Camila Comin.

Topo da página

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio