home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Copa do Mundo 2004 - 3ª Etapa
 
 
 
 

3ª Etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística - Rio de Janeiro/Brasil - Abril/2004

Copa do Mundo de Ginástica 2004 - Rio de Janeiro

Confira as notícias da nossa cobertura on line na terceira etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística que acontece no Rio de Janeiro, no Brasil (isso mesmo aqui no Brasil!), entre os dias 02 e 04 de abril de 2004.

Confira galeria de imagens desta etapa da Copa do Mundo!

Clique aqui para ir ao site oficial da Copa do Mundo.

05/04/2004 Daiane terá esquema especial para sair da mídia

LANCEPRESS!
Após ganhar neste domingo a medalha de ouro no solo na etapa da Copa do Mundo do Rio de Janeiro de ginástica, Daiane dos Santos vai se afastar totalmente da mídia para treinar para a Olimpíada de Atenas.

A decisão de tirar a atleta do foco da imprensa foi da Confederação Brasileira de Ginástica.

Daiane dos Santos vai trabalhar em tempo integral em Curitiba, junto com a Seleção Brasileira permanente, e será montado um esquema especial para evitar seu contato com os jornalistas.

A principal ginasta brasileira ainda se incomoda com o assédio da imprensa, algo novo na sua carreira. Até conquistar o ouro no mundial de ginástica, no ano passado, nos Estados Unidos, Daiane dos Santos falava pouco com os jornalistas.

O que mais incomoda a atleta é ouvir críticas de pessoas que não são familiarizadas com a ginástica e, por isso, não entendem determinados fatos que fazem parte do dia-a-dia do esporte.

Daiane também está fazendo um trabalho psicológico junto com outras atletas da Seleção Brasileira permanente para suportar a forte cobrança pela medalha de ouro na Olimpíada.

Para se concentrar apenas nos treinos e no aperfeiçoamento da sua nova coreografia, ela vai deixar de gravar vários programas de televisão até a Olimpíada.

A decisão foi aprovada pelo seu patrocinador, a Brasil Telecom. Daiane deve ser liberada apenas para gravar algumas chamadas especiais para o SporTV, que ainda estão em negociação.

"Não cobrem muito dessas meninas. Elas estão se esforçando ao máximo e já fizeram muito pelo Brasil", pediu a mãe de Daiane, Magda dos Santos, que esteve no Rio acompanhando o desempenho da filha.

Topo da página

05/04/2004 Ausência de rivais ajuda Brasil na ginástica

Reuters

As oito medalhas conquistadas pelo Brasil na etapa da Copa do Mundo de ginástica do Rio de Janeiro são um marco na história do esporte do país, porém a ausência de alguns dos principais ginastas do mundo facilitou o trabalho dos brasileiros.

Entre as quatro medalhas de ouro conquistadas por brasileiros, apenas Diego Hypólito conseguiu um resultado realmente expressivo internacionalmente, ao bater o atual campeão mundial da prova, Iordan Iovtchev, da Bulgária, que ficou com o bronze.

O próprio Diego ainda venceu outro ginasta entre os 10 melhores do mundo para conquistar seu segundo título na Copa do Mundo. Ele bateu o sétimo colocado do ranking mundial de solo, Yernar Yerimbetov, do Cazaquistão, e também ficou com o ouro nessa prova.

Já Daniele Hypólito contou com a sorte para conquistar o ouro na trave. A única participante da prova entre as 10 melhores do mundo, Oksana Chusovitina, do Uzbequistão, caiu durante sua apresentação e deixou as portas abertas para a brasileira. Camila Comin também se beneficiou e ficou com a prata.

"A Copa do Mundo no Rio está sendo fantástica porque apenas três ou quatro ginastas de ponta estão aqui, e aí fica bem mais fácil para os brasileiros", afirmou a técnica de Daniele, Georgette Vidor. "Temos que aproveitar o incentivo do público para conquistar várias medalhas e levantar a nossa moral."

No sábado, Daniele ficou com a segunda posição nas barras assimétricas em uma prova sem nenhuma concorrente ao título olímpico, em agosto. O ouro foi da norte-americana Allyse Ishino, que ainda luta por uma vaga na seleção de seu país.

Sem a presença de muitas estrelas no Rio de Janeiro, o público brasileiro adotou Chusovitina como sua estrangeira favorita durante a Copa do Mundo.

Depois de os árbitros anunciarem a nota 8,800 para a apresentação de Chusovitina no solo, o ginásio vaiou a arbitragem, mostrando sua insatisfação. "Fiquei muito contente com o carinho que recebi do público brasileiro e quero agradecer por isso", disse a ginasta, que conquistou o ouro no salto e o bronze nas assimétricas no Rio.

Topo da página

04/04/2004 Daiane consegue mais um ouro na Copa do mundo

Terra On Line

Mesmo sem realizar o salto duplo twist esticado, a ginasta Daiane dos Santos conquistou o ouro no solo na arena da Copa do Mundo do Rio de Janeiro neste domingo, levantando o público com o samba "Brasileirinho".

Mais uma vez a brasileira subiu ao degrau mais alto do pódio. Na etapa de Cottbus, neste ano, e em seguida, em Lyon, ela havia ganhado o ouro também.

Daiane recebeu a nota 9,6 na final, depois de ter conseguido a primeira colocação nas eliminatórias da última sexta-feira.

O Brasil também conquistou o bronze no solo feminino com Camila Comin, que ganhou a nota 9,075. Foi a segunda medalha de Camila neste domingo. Mais cedo, ela havia conquistado a prata na trave, com 8,575.

"É o pódio das velhinhas", disse Daiane, sorridente, lembrando que ambas são as ginastas mais velhas da seleção.

"A dedicação é total, tanto nossa quanto dos nossos técnicos ucranianos e brasileiros", completou Camila.

O segundo lugar no solo feminino ficou com a norte-americana Allyse Ishino, com a nota 9,237.

Daiane dos Santos conseguiu seu primeiro grande resultado internacional no Mundial de Anaheim, EUA, em agosto de 2003, quando ficou com a medalha de ouro no solo.

Naquela ocasião a gaúcha apresentou o inédito movimento duplo twist carpado, que foi batizado pela federação internacional de ginástica como "Dos Santos", em homenagem à brasileira.

Em seguida, Daiane conquistou mais três medalhas de ouro seguidas no solo e assumiu a liderança do ranking na prova.

Ela repetiu o primeiro lugar no solo na etapa de Stuttgart da Copa do Mundo, em novembro do ano passado, quando apresentou o duplo twist esticado, movimento com altíssimo grau de dificuldade e até hoje só desenvolvido por ela.

Topo da página

04/04/2004 Brasil fica em primeiro na Copa do Mundo do Rio

LANCEPRESS!

Com 4 ouros, três conseguidos neste domingo, a equipe brasileira conquistou um resultado inédito na ginástica e terminou a etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo na primeira colocação à frente dos EUA. O Brasil também conseguiu 3 pratas e um bronze.

Diego Hypólito foi a maior surpresa da competição ao se tornar o maior atleta da etapa com dois ouros conquistados. Ontem, ao ganhar o ouro no solo, ele se tornou o primeiro brasileiro a chegar ao lugar mais alto no pódio em Copas do Mundo. Hoje, o brasileiro ficou em primeiro, com a nota de 9,418 no salto sobre o cavalo.

Sua irmã, Daniele Hypólito, que foi prata nas barras assimétricas ontem, também foi destaque. Sem ganhar uma medalha de ouro desde a etapa de Cottbus, na Alemanha, em 2002, a brasileira voltou a ficar em primeira, neste domingo, nas traves. Na prova ainda, a brasileira Camila Comin ficou (8,575) com a prata e fez com que o Brasil tivesse, pela primeira vez, duas ginastas no pódio.

Com uma grande expectativa, o público aguardou a apresentação de Daiane dos Santos no solo, que não decepcionou. Mesmo sem usar o duplo twist estica, ela venceu a prova com a nota de 9,6, fechando as medalhas de ouro para o Brasil. Camila também foi bem e ficou com o bronze, com a nota de 9,075.

Foi a quarta medalha de Daiane em etapas da Copa do Mundo, a terceira, das três etapas este ano.

Mosiah Rodrigues, único homem que irá competir na Olimpíada de Atenas, completou o quadro de medalhas brasileira com a prata deste sábado no cavalo.

A organização do evento ainda preparou uma dança com uma paródia da música "Brasileirinho", que Daiane usou na sua apresentação, homenageando a melhor ginasta brasileira no momento.

Topo da página

04/04/2004 Família Hypólito conquista dois ouros na ginástica

Terra On Line

Os irmãos Hypólito, Diego e Daniele, conquistaram dois ouros hoje na etapa do Rio de Janeiro na Copa do Mundo.

Diego, que havia conquistado o ouro ontem no solo, ficou neste domingo em primeiro lugar no salto sobre o cavalo. O brasileiro conseguiu a nota de 9,418, superando Yernar Yerimbetov (9,400), do Casaquistão, e Robert Gal (9,225), da Hungria, segundo e terceiro colocados, respectivamente.

O técnico de Diego, Renato Araújo, já esperava uma medalha no salto, mas mostrou surpresa com o ouro conquistado neste domingo. "Sabia que depois da primeira medalha (no sábado), ele iria deslanchar. Estávamos esperando um bronze, mas os outros (atletas) erraram muito, e aí ficamos com o título" disse.

O ginasta, porém, parecia mais empolgado com a conquista da irmã. "Estou mais contente pela minha irmã. Fiquei feliz por ela", disse Diego.

Daniele Hypólito ficou com o ouro, com uma nota de 9,213. A prata foi para Camila Comin, com 8,575 pontos. A medalha de bronze da prova ficou com a argentina Celeste Carnavalle, com 8,500.

Daniele Hypólito foi a primeira ginasta brasileira a se destacar internacionalmente, ao conquistar a medalha de ouro na trave na Copa do Mundo da Alemanha em 2002. "É uma felicidade muito grande, não tem explicação. É maravilhoso vencer de novo", disse a ginasta.

Em 2003 Daniele ficou em terceiro lugar geral nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo e com a medalha de prata do solo na etapa de Paris-Bercy da Copa do Mundo.

Neste ano ela terminou em quinto lugar na trave na etapa de Cottbus da Copa do Mundo.

Os dois dedicaram as medalhas para a mãe, Geni Hypólito, que comemora seu aniversário hoje. Diego e Daniele choraram muito e subiram ao pódio muito emocionados.

O ministro do Esporte, Agnelo Queiroz, e a ex-ginasta Luiza Parente entregaram as medalhas para os brasileiros.

O ouro foi para o norte-americano Brett McClure, com a nota de 9,675. A prata foi para Yernar Yerimbetov, do cazaquistão, e o bronze para outro americano Raj Bhavsar.

Topo da página

04/04/2004 Michel e Mosiah não ganham medalhas neste domingo

Terra On Line

Os brasileiros Mosiah Rodrigues, que ontem foi prata no cavalo, e Michel Conceição não conseguiram medalhas neste domingo.

Os dois ginastas participaram das finais da barra fixa na etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de ginástica. Mosiah Rodrigues foi o quinto, com a nota de 8,937, e Michel Conceição foi o sétimo, com 8,275. Ambos sofreram quedas durante suas apresentações, o que comprometeu os resultados.

O ouro foi o para Yernar Yerimbetov, do cazaquistão, a prata ficou com o americano Morgan Hamm e o bronze, com o porto-riquenho Tommy Ramos.

O brasileiro Michel Conceição ainda disputou as finais das barras paralelas e ficou em sétimo lugar entre os oito que disputaram a final deste aparelho. Ele sofreu uma queda no fim de sua apresentação, e por isso sua nota foi baixa, de apenas 8,312.

O ouro foi para o norte-americano Brett McClure, com a nota de 9,675. A prata foi para Yernar Yerimbetov, do cazaquistão, e o bronze para outro americano Raj Bhavsar.

Topo da página

04/04/2004 Brasil conquista oito medalhas na Copa do Mundo de Ginástica Artística

CBG

Com o número recorde de oito medalhas, sendo quatro de ouro, três de prata e uma de bronze, o Brasil garantiu neste domingo, dia 4, último dia da etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de Ginástica Artística, a sua melhor participação na competição. O público que lotou o Riocentro neste domingo vibrou com o ouro de Daiane dos Santos no solo feminino (9,600), prova em que Camila Comin ficou com o bronze (9,075); com o ouro de Diego Hypólito no salto masculino (9,418); além da dobradinha de Daniele Hipólito e Camila Comin na trave feminino, assegurando, respectivamente ouro (9,212) e prata (8,575) no aparelho. Os demais campões foram os americanos Morgan Hamm na barra fixa masculino (9,550) e Brett Mcclure nas barras paralelas masculino (9,675). A Copa do Mundo de Ginástica fez parte dos eventos preparatórios para os Jogos Pan-americanos Rio 2007.

Para Daiane dos Santos, que voltou a levantar o público com sua coreografia no solo ao som do choro "Brasileirinho", a seleção brasileira conseguiu mostrar uma ginástica bonita e de alto nível. "Não só eu, mas toda a equipe que competiu, conquistando ou não medalha, mostrou que está bem preparada. Porém, mais difícil do que chegar ao pódio é manter os resultados", comentou Daiane, que disse ter iniciado sua apresentação um pouco tensa. "Só depois de começar a coreografia consegui relaxar um pouco. O fato da competição ser no Brasil deixa a gente mais emocionada, principalmente com uma torcida tão calorosa", acrescentou.

A dupla de irmãos de ouro, Diego e Daniele, estava ainda mais feliz por poder presentear a mãe, dona Geni, que neste domingo completou 46 anos, com as quatro medalhas conquistadas na competição. "Nem mesmo nós estamos conseguindo acreditar em tudo o que aconteceu nessa Copa do Mundo. A partir de agora, vou treinar, treinar e treinar em busca de resultados cada vez melhores", prometeu Diego. Camila Comin, prata na trave e bronze no solo, por sua vez, garantiu que encerra sua participação na Copa do Mundo fortalecida. "Estou com mais ânimo e mais garra para competir".

O técnico ucraniano, Oleg Ostapenko, que confirmou sua permanência à frente da Equipe Permanente do Brasil até os Jogos de Pequim 2008, disse que gostou da participação das ginastas nacionais. "A equipe competiu bem, mas precisa acertar alguns detalhes até os Jogos Olímpicos de Atenas, em agosto", comentou. Na entrevista coletiva deste domingo, a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Vicélia Florenzano, agradeceu o apoio da torcida. "O calor do público, somado aos equipamentos de primeira linha adquiridos para a competição, deram o suporte necessário para que nossos atletas superassem as expectativas".

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, elogiou a participação da equipe brasileira, destacou o trabalho que vem sendo feito pela CBG e explicou a renovação do contrato com o técnico Oleg Ostapenko. "O contrato de renovação vai até setembro de 2008, um mês após os Jogos Olímpicos de Pequim. O Oleg receberá de outubro de 2004 a dezembro de 2005 US$ 5 mil. Em 2006, US$ 6 mil; em 2007, US$ 7 mil; e em 2008, US$ 8 mil. A Irina Ilyashenko, assistente, receberá US$ 2 mil até 2008, e Nadja Ostapenko, US$ 1,2 mil também até 2008", explicou Nuzman. O presidente do COB disse que os recursos para o pagamento dos técnicos estrangeiros da Seleção Brasileira de Ginástica virão do COB e da CBG.

7

Topo da página

04/04/2004 Brasil conquista mais 5 medalhas na Copa do Mundo

CBG

Os ginastas Diego Hypólito, Camila Comin, Daiane dos Santos e Daniele Hypólito conseguiram garantir mais 5 medalhas para o Brasil neste domingo (4), na final dos aparelhos salto masculino, trave e solo feminino, na Etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo. Daiane dos Santos, a grande atração do evento, foi a campeã de solo como a nota 9,600. Com este resultado Daiane se torna pentacampeã acumulando 5 medalhas de ouro seguidas no solo, sendo a primeira conquistada no Mundial de Anaheim e as demais nas quatro últimas Etapas da Copa do Mundo. Em 2º lugar no solo ficou a americana Allyse Ishino com 9,237 e em 3º a brasileira Camila Comin com 9,075. Mas o melhor resultado de Camila Comin neste domingo foi a medalha de prata na trave com a nota 8,575.

Na trave o ouro ficou para a brasileira Daniele Hypólito que foi a melhor ginasta na trave de equilíbrio com a nota 9,212. Este é o 2º ouro de Daniele na Trave em Copa do Mundo. Em 2002 na Etapa de Cottbus na Alemanha, ela conquistou o primeiro ouro do Brasil em Copa do Mundo neste aparelho.

Na ginástica masculina Diego Hypólito voltou a levantar o público que lotou o Riocentro, depois de uma ótimo desempenho também no salto, que lhe rendeu mais uma medalha de ouro nesta Etapa da Copa do Mundo, com a nota 9,418. Em 2º no salto ficou o ginasta do Cazaquistão Yernar Yerimbetov com 9,400 e em 3º Luis Rivera de Portugal com 9,250.

Mosiah Rodrigues, que na sexta-feira se classificou em 2º lugar na barra fixa, subiu para a 5º colocação na final e Michel Conceição, finalista nas paralelas, argolas e barra fixa, ficou hoje em 7º lugar nais finais da barra fixa (8,275) e paralelas (8,312).

Topo da página

04/04/2004 Daiane dos Santos conquista ouro no solo e Camila Comin o bronze na etapa do Rio de Janeiro do Rio de Janeiro da Copa do Mundo

CBG

Daiane dos Santos - BRA - 9,600
Allyse Ishino - USA - 9,237
Camila Comin - BRA - 9,075
Oksana Chusovitina - UZB - 8,800
Brenda Magana - MEX - 8,775
Alicia Sacramone - USA - 8,575
Sol Poliandri - ARG - 7,900
Gabriela Parigi - ARG - 7,725

Topo da página

04/04/2004 Daniele Hypólito conquista ouro e Camila Comin prata na trave na Copa do Mundo

CBG

Daniele Hypólito - BRA - 9212
Camila Comin - BRA - 8,575

Celeste Carnevalle - ARG - 8,500
Allyse Ishino - USA - 8,337
Brenda Magana - MEX - 8,287
Iyerida Mogollon - MEx - 8,162
Oksana Chusovitina - UZB - 8,025
Alicia Sacramone - USA - 7,237

Topo da página

04/04/2004 Ginástica brasileira busca hoje medalhas em 5 aparelhos

CBG

Além de Daiane dos Santos no solo Brasil pode conseguir outras medalhas

Os ginastas Daniele Hypólito, Daiane dos Santos, Mosiah Rodrigues, Diego Hypólito, Camila Comin e Michel Conceição competem hoje (4), a partir das 9h30min, as finais da Copa do Mundo de Ginástica no Riocentro, nos aparelhos salto, paralelas e barra fixa masculino e trave e solo feminino. Ontem (3), o Brasil faturou três medalhas, sendo a inédita medalha de ouro no solo conquistada pelo ginasta Dieho Hypólito, prata no cavalo com alças pelo ginasta Mosiah Rodrigues e prata nas paralelas faturada pela ginasta daniele Hypólito.

Neste domingo o primeiro ginasta brasileiro a se apresentar será Diego Hypólito no salto às 9h30min. No mesmo horário Daniele Hypólito classificada em 1º lugar e Camila Comin classificada em 3º, se apresentam na trave.

Das 11 às 11h15min será a vez de Michel Conceição buscar uma medalha nas paralelas simétricas.

E para finalizar a Copa do Mundo de Ginástica do Rio de Janeiro com chave de ouro, às 11h20min a campeã mundial de solo, Daiane dos Santos entra no solo em busca da sua quarta medalha de ouro em Copa do Mundo e nas provas masculinas Mosiah Rodrigues fará sua apresentação na barra fixa.

Topo da página

03/04/2004 CBG e COB confirmam Oleg até 2008

Ucraniano está realizando excelente trabalho à frente da equipe permanente

LANCEPRESS!

Em rápido anúncio feito neste sábado pelo presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, ao lado da presidente da CBG, Vicélia Florenzano, foi revelado que o treinador ucraniano Oleg Ostapenko continuará à frente da equipe permanente brasileira de ginástica até o término dos Jogos de Pequim, em 2008.

Os detalhes do acordo ainda não foram revelados.

Topo da página

31/03/2004 Definidos os ginastas que irão competir no Rio

LANCEPRESS!

Não houve surpresa na relação dos ginastas que defenderão o Brasil na etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de ginástica artística, neste fim de semana. Para o feminino, o treinador Oleg Ostapenko escolheu Daniele Hypolito, Daiane dos Santos e Camila Comin. No masculino, a equipe será formada por Diego Hypolito, Mosiah Rodrigues e Michel Conceição.

Ainda nesta quarta-feira, a supervisora da Seleção Brasileira, Eliane Martins, irá anunciar em que aparelhos os ginastas brasileiros irão competir. No feminino, a tendência é que Daniele Hypolito dispute as provas da trave e da paralela, enquanto que Daiane dos Santos faria o solo e o salto. Camila Comin deve competir nos quatro aparelhos (solo, salto, trave e paralela). Já para o masculino, a comissão técnica ainda não tem uma definição.

Topo da página

30/03/2004 Finais no Pan podem ser no Autódromo

LANCEPRESS!

A grande procura pelos ingressos da etapa do Rio da Copa do Mundo foi o sinal para o Co-Rio, Comitê Organizador do Pan-Americano de 2007, começar a pensar em uma mudança na sede das finais da ginástica no Pan.

Originalmente, o esporte será integralmente disputado no Riocentro, mas é possível que as finais passem para a Arena Poliesportiva que será construída no Autódromo Nelson Piquet.

– A ginástica é um evento que atrai muita atenção. Com o atual momento vivido pela ginástica brasileira, estamos pensando em fazer as finais na arena, pois seria a chance de um número maior de pessoas assistir à competição – afirmou Carlos Roberto Osório, secretário-geral do Co-Rio.

Os ingressos para as finais do sábado da etapa do Rio da Copa do Mundo já estão esgotados. Agora, só restam 1128 ingressos para as eliminatórias de sexta-feira. As entradas para as finais de domingo terminaram na segunda-feira.

Topo da página

30/03/2004 Oleg Ostapenko faz alerta sobre árbitros

LANCEPRESS!

Conhecido por não gostar de dar entrevistas, o técnico da Seleção Brasileira feminina, o ucraniano Oleg Ostapenko concedeu uma coletiva na terça pela manhã, no Riocentro. O ucraniano alertou que os árbitros internacionais podem estar mais rigorosos com o Brasil.

– Os árbitros foram muito rigorosos com a Daiane em Atenas. O sucesso do Brasil pode estar causando isso – disse Ostapenko, se referindo à perda de 0,1 ponto na nota de Daiane dos Santos no torneio na Grécia, neste mês.

Ao ser perguntado sobre a condição técnica da ginasta Daniele Hypolito, a única da Seleção que não treina em Curitiba, no centro da CBG, o treinador foi enfático.

– A Daniele pode melhorar muito, mas não vai dar para conseguir medalha ou mesmo chegar à final na Olimpíada – afirmou.

Ostapenko diz que a nova série de solo de Daiane dos Santos ainda precisa ser muito trabalhada.

– A Daiane ainda está cometendo alguns erros que não podem ocorrer. Ela tem que treinar mais.
Focado no desempenho da Seleção na Olimpíada, Ostapenko declarou que a etapa do Rio da Copa é mais uma chance de preparação para a equipe brilhar no Jogos.

– Este ano tudo tem que ser feito pensando em Olimpíada. A etapa do Rio vai ser mais uma de avaliação.

Topo da página

30/03/2004 Daiane não queria usar o 'Brasileirinho'

Daiane dos Santos foi convencida a mudar de música durante assembléia da CBG

LANCEPRESS!

Uma das maiores atrações da etapa da Copa do Mundo no Rio de Janeiro é a estréia da nova coreografia de Daiane dos Santos, que será utilizada na Olimpíada de Atenas, ao som da famosa música "Brasileirinho". A ginasta, porém, não queria mudar a música de sua apresentação e só foi "convencida" em janeiro, durante a Assembléia da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), depois de ouvir o ritmo, ao lado de seus técnicos.

– A Daiane conseguiu muito sucesso com a música atual, Rumba para los Rumbeiros. Por isso, ela se apegou ao ritmo e estava receosa com a troca. Mas bastou ouvir o Brasileirinho durante alguns minutos, para começar a sambar e mudar de idéia – afirmou Vicélia Florenzano, presidente da CBG.

Mais acostumada com a mudança, Daiane está muito feliz com a nova música e espera ter o mesmo sucesso obtido com a antiga.

– Apesar de ser difícil saber a reação dos juízes, acho que a nova série tem tudo para agradar. É a cara do Brasil.

A gauchinha destacou que para ela é muito importante estrear a nova coreografia antes dos Jogos, pois dá a chance de corrigir erros.

Topo da página

30/03/2004 Daiane dá susto e machuca o dedo no treino

Ginasta sofre contusão no dedo da mão esquerda mas não preocupa para a disputa da Copa do Mundo

LANCEPRESS!

Uma pequena luxação no dedo mínimo de uma mão esquerda foi a notícia desta terça-feira no Riocentro. Também pudera, o dedo era de Daiane dos Santos, a maior esperança de medalhas do Brasil na etapa do Rio da Copa do Mundo. Após fazer um exame de Raio X, foi verificado que a lesão não preocupa.

– Deram uma atenção muito grande a um fato muito pequeno. A Daiane está ótima. Essa luxação não nos preocupa em nada – disse Mário Namba, médico da Seleção Brasileira de ginástica há 12 anos.

Daiane sofreu essa luxação na semana passada, em um treino nas paralelas, em Curitiba. Devido ao ritmo intenso de treinos, a lesão está demorando a curar, mas não impede que ela treine. A única recomendação é evitar a prática das paralelas, aparelho em que a ginasta não deverá competir no Rio.

Mário Namba esclareceu que essas lesões são comuns na ginástica – assim como as práticas de prevenção – que em outros esportes denotam situações de gravidade.

– Na ginástica, um atleta faz ressonância magnética constantemente, como forma de prevenção. No futebol, por exemplo, esse exame só é feito quando existe uma lesão grave – disse ele.

Silêncio

Apesar de a lesão no dedo não ser grave, parece ter mexido com Daiane. Nesta segunda, a ginasta não quis falar com os jornalistas após o treino e pareceu estar chateada.

Mas de acordo com a assessoria de imprensa da CBG, ela ficou mais animada no restante do dia. Daiane e as outras ginastas da Seleção Brasileira não treinaram no período da tarde. Elas foram conhecer as instalações do Projac, complexo que reúne estúdios de produção de programas da Rede Globo de Televisão, que fica localizado próximo do Riocentro.

Topo da página

30/03/2004 Ginasta da Bélgica nasceu no Brasil

LANCEPRESS!

A ginasta belga Aagie Van Walleghem, que vai competir na etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo, nasceu no Brasil, na cidade de Poção das Pedras, no Maranhão. Ela foi adotada aos dois meses de idade. Atualmente, a ginasta está com 18 anos.

Com a pele morena, Aaggie Van Walleghem se destaca entre as ginastas da Europa. Ela se parece um pouco com a brasileira Ana Paula Rodrigues, que vai participar da Copa como convidada.

A belga já veio ao Brasil duas vezes para visitar sua mãe biológica, que atualmente mora em Ceilândia, em Brasília.

Topo da página

30/03/2004 Para voltar a ser notável

Etapa da Copa do Mundo no Rio de Janeiro é a grande chance de Daniele Hypolito voltar a ganhar medalhas

LANCEPRESS!

Das oito ginastas da Seleção Brasileira feminina, Daniele Hypolito é a única que vai disputar a etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo, nos dias 2 a 4 de abril, literalmente em casa. E esse é um dos trunfos da ginasta para voltar a ganhar medalhas em competições internacionais, justificando o apelido de Pequena Notável.

– Realmente vai ser uma motivação a mais disputar a Copa do Mundo no Rio. Toda a minha família, meus amigos e o pessoal do Flamengo vão estar no Riocentro para me apoiar – afirmou Daniele.

A ginasta garante estar preparada para brilhar novamente no Rio. Ela espera melhorar seu quinto lugar na trave, conquistado na etapa de Lyon, na França, no dia 14 de março, mas não promete medalha.

– Não vou prometer resultado, mas garanto lutar pelo melhor. Estou bem técnica e psicologicamente para buscar uma boa colocação – afirmou a ginasta, que ficou satisfeita com sua atuação em Lyon e no Torneio Internacional, em Atenas.

Eliane Martins, supervisora da Seleção, espera que a motivação de competir no Rio ajude Daniele a retomar a condição de melhor ginasta no individual geral.

– A Dani vai bem em todos os aparelhos. Espero que, motivada por competir em casa, ela comprove isso, apesar do local não fazer muito diferença na ginástica.

Topo da página

30/03/2004 Riocentro começa a viver clima de competição

Brasil, Argentina, Bélgica, Hungria, Áustria e Estados Unidos já treinam no Rio

CBG

O Riocentro começou a viver nesta terça-feira (30/03), dia de abertura dos treinamentos oficiais para as delegações estrangeiras, o clima da etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de Ginástica Artística, a ser realizada de sexta a domingo. Pelo Pavilhão 4, local da competição e dos treinamentos, passaram, além da seleção brasileira, ginastas argentinos, belgas, húngaros, austríacos e americanos.

O técnico da seleção brasileira feminina, o ucraniano Oleg Ostapenko, um dos responsáveis pela evolução da ginástica nacional, disse acreditar em um bom desempenho do Brasil na competição.

"É mais uma importante etapa de preparação para os Jogos Olímpicos. Em Atenas, a ginástica feminina do Brasil tem chances de ficar entre as oito melhores do mundo por equipes", comentou o treinador, que, individualmente, confia no potencial de Daiane para conquistar uma medalha no solo. "No recente evento teste em Atenas, Daiane não foi bem. Ela estava cansada depois das duas primeiras etapas da Copa do Mundo, na Alemanha e na França, o que é natural. Ela agora não é mais uma desconhecida e a tendência é que os árbitros sejam cada vez mais rígidos durante sua apresentação", observou.

No treinamento desta terça pela manhã, a ginasta belga Aagie Maria Van Walleghem, de 16 anos, roubou a atenção da imprensa. Nascida na cidade de Poção das Pedras, no Maranhão, ela foi adotada aos quatro meses de idade por Hilde Van Walleghem e, desde então, mora na Europa com sua nova família, que inclui outras duas irmãs etíopes, também adotadas. Esta é a segunda passagem de Aagie, que foi registrada ao nascer como Ana Maria Pereira da Silva, pelo Brasil. Aos 8 anos, ela veio conhecer sua mãe biológica, Maria do Carmo, e seu casal de irmãos brasileiros.

Única integrante da equipe da Bélgica, Aagie, muitas vezes se sente solitária. "Gostaria de ter um time", diz a ginasta, que, nesta etapa da Copa do Mundo, devido a uma contusão no pé esquerdo, irá disputar apenas a prova de barras assimétricas. "Se ficar entre as oito melhores o Comitê de meu país deverá confirmar minha participação em Atenas", finaliza a atleta, que ficou em quinto no salto da etapa francesa da Copa do Mundo de 2004.

Ingressos - Até o início da tarde desta terça-feira, dia 30, 1469 ingressos, de um total de 2841, haviam sido vendidos para o dia 2, sexta-feira. Para o dia 3, sábado, restam menos de cem entradas. Os ingressos para o domingo, último dia de competição, já estão esgotados.

Programação de Treinamento

Dia 31 - Quarta-feira

Grupo A (Feminino)

8h às 10h25min / 15h30min às 17h30min - Brasil, Argentina e México

Grupo B (Feminino)

11h15min às 12h55min / 18h10min às 19h30min - África do Sul, Bélgica, Estados Unidos, Suécia e Porto Rico

Grupo A (Masculino)

8h às 10h30min / 11h às 13h - Brasil, Áustria e Hungria

Grupo B (Masculino)

11h às 13h / 18h às 19h30min - Argélia, Holanda e África do Sul.

Topo da página

28/04/2004 Ingressos para o Domingo da Copa do Mundo de Ginástica já estão esgotados

COB

Expectativa de poder acompanhar a brasileira Daiane dos Santos na final do solo motivou a grande procura pelas entradas para o dia 4

RIO - O torcedor não deixou para comprar na última hora. Devido às recentes medalhas conquistadas pelos atletas brasileiros, a procura por ingressos para a terceira etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística, a ser realizada entre os dias 2 e 4 de abril, no Pavilhão 4 do Riocentro, no Rio de Janeiro, está sendo muito grande. A pouco menos de uma semana do início da competição já estão esgotados os ingressos para o último dia do evento, justamente o da final do solo, aparelho na qual Daiane dos Santos conquistou neste ano a medalha de ouro nas etapas de Cottbus, na Alemanha, e Lyon, na França. Ao todo, foram vendidas 2841 entradas. A etapa carioca da Copa do Mundo de Ginástica integra o Calendário de Eventos Preparatórios em 2004 para os Jogos Pan-americanos Rio 2007.

No entanto, a torcida brasileira ainda poderá ver de perto as acrobacias dos ginastas da Equipe Olímpica Permanente, feminina e masculina, na sexta-feira (eliminatórias) e sábado (cinco finais, incluindo a do salto feminino, na qual Daiane dos Santos conquistou a prata em Lyon). Até o momento foram vendidos 976 ingressos para o dia 2 e 1390 para o dia 3.

Os ingressos para os demais dias podem ser comprados pela Internet, pelo telefone e em 13 postos de venda espalhados por Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, ao preço de R$ 10 (estudantes pagam R$ 5, mediante apresentação da carteira, inclusive na entrada). Caso não sejam esgotados antecipadamente, os ingressos poderão ser adquiridos diretamente nas bilheterias do Riocentro a partir desta quinta-feira, dia 1° de abril, das 10h às 18h.

A operação de venda de ingressos para a Copa do Mundo de Ginástica Artística é um teste já visando aos Jogos Pan-americanos Rio 2007. Entre 2 e 4 de abril, também serão testados os sistemas de acesso e de orientação ao público, que será direcionado para seus lugares por uma equipe – todos os ingressos serão numerados.

POSTOS DE VENDA:

Para adquirir ingressos antecipadamente, pela Internet, as compras devem ser feitas pelo site www.ticketmaster.com.br. Pelo telefone, através dos números (11) 6846-6000 (em São Paulo) e 0300 7896846 (para outros estados). E são os seguintes os postos de venda antecipada:

Rio de Janeiro:
Loja FNAC (Barra Shopping)
Lojas New Disc (Campo Grande, Shopping Tijuca
e Shopping Rio Sul)
Loja Modern Sound (Copacabana)

São Paulo:
Lojas FNAC (Paulista, Pinheiros e Campinas)
Lojas Saraiva (Shopping Morumbi e Shopping Eldorado)
Directv Music Hall
Teatro Abril

Salvador:
Shopping Aeroclube

Topo da página

28/04/2004 Aparelhos são novos

Ginastas elogiam aparelhagem para etapa da Copa do Mundo no Rio de Janeiro

LANCEPRESS!

A equipe brasileira de ginástica achou proveitoso o treino de ontem, apesar do cansaço da viagem.

Os ginastas mal tiveram tempo de descansar e já foram treinar no Riocentro. A gaúcha Daiane dos Santos destacou a importância do treinamento, já que os aparelhos que serão utilizados no Rio são diferentes do que eles estão acostumados
a treinar.

– Até sexta-feira os ginastas poderão se adaptar aos novos aparelhos. Apesar de serem parecidos, existem algumas diferenças – disse a gaúcha, que elogiou a nova aparelhagem.

Os dois conjuntos de aparelhos da marca alemã Spieth foram comprados pela prefeitura do Rio de Janeiro por 71 mil euros e estão novos em folha. No entanto, o ginasta Mosiah Rodrigues comentou que a aparelhagem nunca está preparada logo depois da compra.
– É sempre preciso fazer alguns ajustes, tanto na distância quanto na altura de alguns componentes afirmou Mosiah.

A estrutura do Riocentro foi bastante elogiada pela presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Vicélia Florenzano. Ela admitiu que em alguns torneios europeus,as sedes são muito apertadas, ao contrário do Riocentro, que tem um espaço bem amplo.

O presidente da Federação Internacional de Ginástica (FIG), o italiano Bruno Grandi, chegará ao Brasil no dia 2 para assistir a etapa do Rio de Janeiro e dar a sua opinião sobre a estrutura brasileira na Copa do Mundo de Ginástica.

Topo da página

27/04/2004 Brasil terá etapas da Copa até 2007

País sediará uma etapa por ano até 2007

LANCEPRESS!

O Brasil continuará no circuito da Copa do Mundo de ginástica até 2007. A Confederação Brasileira de Ginástica, elogiada pela Federação Internacional (FIG) pelo seu planejamento, teve seu pedido aceito. Em 2006, o país tentará sediar a última etapa da Copa do Mundo.

Topo da página

28/04/2004 Seleção Brasileira chega e já treina

Brasileiros não perdem tempo e já vão treinar no Riocentro. Nova coreografia de Daiane está confirmada

LANCEPRESS!

As equipes masculina e feminina de ginástica olímpica do Brasil chegaram ao Rio de Janeiro na tarde deste sábado e não perderam tempo. Após desembarcar no aeroporto Santos Dumont, no Centro, os atletas deixaram as malas no hotel e foram direto treinar no Riocentro, visando a 3ª etapa da Copa do Mundo de ginástica, que será realizada na cidade de 2 a 4 de abril, no mesmo local.

A estrela da companhia, Daiane dos Santos, ratificou que quis homenagear o povo brasileiro ao escolher o Rio de Janeiro para estrear a nova coreografia.

– Desta forma, o público brasileiro será o primeiro a vê-la. E a escolha da música "Brasileirinho" é uma homenagem ao povo brasileiro – afirmou a gaúcha, acrescentando que usará essa mesma série na Olimpíada de Atenas.

Daiane destacou também a importância dessa competição no Brasil, que é preparatória para os jogos olímpicos.

– Competir com o apoio da torcida brasileira em uma competição tão importante vai ser fantástico – assumiu a favorita à medalha de ouro no solo, que espera retribuir todo esse carinho dos brasileiros com uma grande apresentação na semana que vem.

Já Diego Hypolito, que não foi bem nas etapas européias no início do mês, espera não desperdiçar a chance de voltar a se apresentar bem durante a etapa brasileira da Copa do Mundo.

– Essa oportunidade de competir em casa não tem preço. Estou mais preparado e concentrado e pretendo não cometer os erros das etapas anteriores – declarou Diego.

Topo da página

27/04/2004 Seleção Brasileira de Ginástica desembarca no Rio de Janeiro

Equipe completa de ginástica artística masculina e feminina desembarcou no Aeroporto Santos Domunt no começo da tarde deste sábdo. Daiane dos Santos confirmou a estréia da nova coreografia, ao som de Brasileirinho, na etapa da Copa do Mundo na cidade

LANCEPRESS!

A Seleção Brasileira de Ginástica desembarcou no Rio de Janeiro neste sábado, por volta das 12h30, no Aeroporto Santos Dumont, no Centro. Os principais ginastas das equipes masculina e feminina chegaram para a disputa da etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de Ginástica, no Riocentro.

A gaúcha Daiane dos Santos, atual campeã mundial e das últimas três etapas da Copa do Mundo no solo, se disse muito satisfeita em poder competir no Rio de Janeiro, de 2 a 4 de abril, perto do público brasileiro, e confirmou que vai estrear sua nova coreografia, ao som de "Brasileirinho".

- Competir com o apoio da torcida do Brasil em uma competição tão importante vai ser fantástico. Espero retribuir todo o carinho fazendo uma grande apresentação. Com certeza, aqui é o melhor lugar para estrear a nova coreografia, pois o povo conhece a música - afirmou a ginasta.

Ainda neste sábado a equipe brasileira vai para o Riocentro realizar os primeiros treinamentos. A sessão começa às 16 horas e não será aberta ao público.

Topo da página

 

 

 

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio