home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Campeonato Mundial de Ginástica Artística 2003
 
 
 
 

O Brasil está mais uma vez presente em um Campeonato Mundial de Ginástica Artística, onde estará disputando vagas para as Olimpíadas de Atenas, na Grécia em 2004. O Mundial que acontece entre os dias 16 e 24 de agosto de 2003, em Anaheim – EUA, contará com a participação de grandes nomes da ginástica.

Aqui, no 'Ginásticas.com'  você poderá acompanhar dia a dia todas as notícias deste campeonato. Caso queria enviar alguma notícia sobre este evento, basta escrever para d_e_n_i_x@hotmail.com Espero você por aqui!

Veja as notícias:

26/08/2003

Resultados do Campeonato Mundial

Fonte: CBG

Topo da página

26/08/2003

Daiane dos Santos acumula sete medalhas neste ano

Fonte: CBG

Antes do ouro inédito conquistado na final do solo no Mundial de Ginástica Artística dos EUA, a ginasta Daiane dos Santos já havia conquistado neste ano outras seis medalhas em eventos nacionais e internacionais. O bom desempenho da ginasta começou a ser coroado em março, com a medalha de bronze no solo na etapa alemã da Copa do Mundo. Em junho foram mais quatro medalhas: bronze por equipe no Torneio Internacional de Madri (Espanha/Brasil/Romênia), e no Campeonato Brasileiro de Ginástica Olímpica realizado no Rio de Janeiro mais três medalhas: ouro no salto, prata no solo e bronze individual geral. Em agosto no Pan Daiane conseguiu mais um bronze por equipe.

“Comecei este ano enfrentando adversárias de altíssimo nível na Copa do Mundo que serviu como uma preparação para esse Mundial e a conquista deste ouro inédito no solo”, destacou Daiane. A partir do dia 22 de setembro a ginasta volta para Curitiba, onde juntamente com as demais integrantes da seleção permanente, retorna aos treinos diários, como preparação para as Olimpíadas de Atenas – 2004, e outros eventos nacionais e internacionais que acontecem ainda este ano.

Segundo a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Vicélia Florenzano, “esta medalha de ouro da Daiane mostra a revolução da ginástica como uma modalidade que cresce em ritmo acelerado no país, graças ao respaldo que conseguimos do Comitê Olímpico Brasileiro, que possibilitou todo um planejamento para as equipes olímpicas”. Vicélia acrescentou que este planejamento também foi responsável por outras duas conquistas inéditas da ginástica brasileira: a classificação de toda a equipe feminina e do ginasta Mosiah Rodrigues – primeiro brasileiro classificado para representar a equipe masculina de ginástica artística em Atenas. “Já havíamos conquistado o respeito dos europeus pela nossa ginástica, imagine agora depois desses resultados como o Brasil será visto pelo resto do mundo até as Olimpíadas?” enfatizou a presidente.

Preparação começou em 1999

O trabalho da Confederação Brasileira de Ginástica com a equipe permanente de ginástica olímpica feminina começou em 1999, durante a preparação para os Jogos Pan-Americanos de Winnipeg. O resultado foi a medalha de bronze por equipe e as duas medalhas conquistadas pela ginasta Daiane dos Santos: prata no salto e bronze no solo. Ainda em 1999 no Mundial Pré-Olímpico da China, a equipe brasileira conseguiu a 18º posição e a chance de levar duas ginastas para as Olimpíadas de Sydney em 2000: Daniele Hypólito e Camila Comin. Nesta ocasião Daiane foi como reserva brasileira. Nas Olimpíadas de Sydney a melhor posição do Brasil foi o 20º lugar de Daniele Hypólito e o 49º lugar individual geral de Camila Comin.

Passado dois anos, em 2001, Daniele Hypólito consagrou-se vice-campeã no solo no Mundial da Bélgica. Agora neste Mundial, além do ouro no solo de Daiane dos Santos, da classificação do ginasta Mosiah Rodrigues para Atenas, pela primeira vez o Brasil esteve presente na final individual geral com duas ginastas: Daniele Hypólito e Camila Comin e com um ginasta da equipe masculina na final por aparelho, Diego Hypólito: 4º lugar no solo e 7º no salto.

Considerada uma das mais experientes da equipe, a ginasta Camila Comin conseguiu o 19º lugar e o melhor resultado de uma ginasta brasileira nesta prova. Daniele ficou em 24º lugar, devido a uma contusão no tornozelo, que a impediu de completar a série dos quatro aparelhos. Segundo o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman, “esses resultados mostram a dedicação e o longo trabalho que a Confederação vêm fazendo em prol da ginástica brasileira”.

Topo da página

25/08/2003

Daiane dos Santos conquista ouro inédito em um Mundial

Fonte: CBG

A ginasta Daiane dos Santos (20 anos), conquistou neste domingo (24), medalha de ouro no solo (sua especialidade), último dia do Campeonato Mundial de Ginástica Artística, em Anaheim – EUA, trazendo um resultado inédito para a ginástica brasileira. Com a nota 9.737 pontos, a brasileira deixou para tráz a romena Catalina Ponor com a prata (9.700), e a espanhola Elena Gómez, com o bronze (9.675). Na fase classificatória, Daiane ficou na terceira colocação e ganhou a nota ”Super E” ao realizar com perfeição o elemento “Duplo Twist Carpado” um movimento dificílimo e muito pouco executado por outras ginastas no mundo.

Segundo Daiane, “sabia que ia ser difícil, mas que tinha chances de trazer esta medalha inédita para o Brasil”. A ginasta lembrou que “está numa boa fase, totalmente recuperada de uma astroscopia no joelho direito", mas acredita que ainda terá que treinar muito para conquistar a tão sonhada medalha olímpica. “O importante é que estou representando bem o Brasil, também em outras competições como a Copa do Mundo da Alemanha, onde consegui a medalha de bronze no solo. No Campeonato Brasileiro realizado neste ano no Rio de Janeiro, Daiane ficou em segundo lugar na competição individual no solo e em primeiro no salto sobre o cavalo. Daiane ficou em terceiro lugar na classificação geral individual do Brasileiro.

Apesar de não ter conquistado nenhuma medalha individual nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, Daiane ressaltou que suas conquistas começaram ainda no Pan de Winnipeg em 1999, com as medalhas de prata no salto e bronze no solo, e ainda o ouro no solo no Campeonato Pan-Americano da modalidade em 2001.

Topo da página

24/08/2003

Daiane dos Santos é ouro no solo no Campeonato Mundial

Fonte: Jornal Zero Hora

Gaúcha conquista feito inédito para o Brasil

A ginasta gaúcha Daiane dos Santos conquistou neste domingo, dia 24, a medalha de ouro na final de solo no Campeonato Mundial de Ginástica Olímpica, que está sendo realizado em Anaheim, Estados Unidos. Com nota 9.737, a brasileira desbancou as até então favoritas Catalina Ponor (ROM) e Elena Gomez (ESP) que a haviam superado na competição classificatória.

Daiane entra para a história da ginástica brasileira sendo a primeira atleta a conquistar uma medalha de ouro em um Campeonato Mundial. O melhor resultado até então era o segundo lugar de Daniele Hypólito no mundial de Ghent, na Bélgica, em 2001.

Topo da página

24/08/2003

Diego Hypólito é quarto na final de solo do Mundial de Ginástica

Várias finais tiveram o ouro dividido entre dois atletas

Lancepress!

O ginasta brasileiro Diego Hypólito ficou em quarto lugar na final dos exercícios de solo do Mundial de ginástica artística, que está sendo disputado em Anaheim, na Califórnia, neste sábado. O ouro acabou dividido entre o americano Paul Hamm e o búlgaro Jordan Joytchey, empatados com 9,762 pontos. Diego somou 9,662 pontos. O bronze foi para o canadense Kyle Shewfelt.

Já na final do cavalo com alça, novo empate. O japonês Takehiro Kashima ficou com o ouro ao lado do chinês Teng Haibin, ambos com 9,762 pontos. O bronze foi para o russo Nikolai Krukov.

Na final das argolas, mais um empate. Novo ouro para o búlgaro Jordan Jovtchev, que empatou no primeiro lugar com o grego Dimosthenis Tampakos, ambos com 9,787 pontos.

No feminino, foram duas finais. No salto sobre o cavalo, a medalha de ouro ficou com Oksana Chusovitina, do Uzbequistão, que marcou 9.481 pontos, seguida pela russa Elena Zamolodchikova, prata, e a norte-coreana Kang Yun Mi, bronze.

Já nas barras assimétricas, duas norte-americanas dividiram o ouro. Chellsie Memmel e Hollie Vise terminaram empatadas com 9.612 pontos , deixando a britânica Elizabeth Tweddle em terceiro.

Topo da página

23/08/2003

Diego Hypolito tem missão difícil

Lancepress!

Se no feminino a esperança é Daiane dos Santos, no masculino a responsabilidade é do caçula da família Hypolito. Diego disputa neste domingo a final individual do salto sobre o cavalo. O ginasta tentará repetir o bom desempenho conseguido nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, quando ficou com a medalha de prata na prova, apenas 0,013 pontos atrás do cubano sensação Eric López.

Na primeira fase do Mundial o brasileiro ficou em sétimo e a expectativa é melhorar seu rendimento. Porém, para que isso aconteça, Diego terá de agüentar a dor de uma lesão no tornozelo.

A solução encontrada por ele e pela comissão é a aplicação de uma injeção de antiinflamatório pouco antes da prova, recurso já utilizado em Santo Domingo. Mas não é só. O ginasta terá de enfrentar o chinês Li Xiaopeng, atual campeão mundial da prova e que na primeira fase somou 9,770 pontos.

– Na final, todo mundo é igual e tem as mesmas chances. Já os enfrentei e sei que posso superar minha marca - disse Diego Hypolito em entrevista à Agência Folha.

Topo da página

22/08/2003

Esperança é o solo de Daiane

Única brasileira a disputar a final individual por aparelhos, ginasta gaúcha tenta medalha no último dia do Campeonato Mundial

Lancepress!

Confiança não vai faltar, respeito muito menos. É com base nessas duas palavras que Daiane dos Santos vai entrar para a disputa individual do solo neste domingo, no último dia do Campeonato Mundial de ginástica, que está acontecendo em Anaheim, nos Estados Unidos. A gaúcha tem a última chance, entre as mulheres, de conquistar uma medalha para o Brasil.

Terceira colocada na primeira fase do Mundial, Daiane levou a simpatia e, principalmente, o respeito da comunidade do esporte, depois de executar com perfeição um movimento inédito: a meia volta duplo mortal para frente carpado. Ela ganhou a nota máxima e a confiança que precisava para entrar com moral hoje na grande final.

– Estou confiante e quero uma boa pontuação. O meu objetivo é, pelo menos, continuar entre as três melhores no solo – afirmou Daiane, que na primeira fase somou 9,512 pontos, ficando atrás da romena Catalina Ponor e da espanhola Elena Gomez, que fizeram 9,537 pontos.

As brasileiras não tiveram sorte na final individual geral, realizada na noite de sexta-feira. Daniele Hypolito não passou do primeiro aparelho. A Pequena Notável torceu o tornozelo logo no início de sua apresentação e acabou abandonando a competição.

– Realizei normalmente a primeira passada no solo com o salto duplo-esticado. No momento em que eu finalizava a segunda passada, com um duplo-carpado, acabei torcendo o tornozelo – explicou Daniele, que ainda tentou voltar à disputa, mas as dores eram muito fortes.

Sem disputar os demais aparelhos, ela terminou na última colocação, o 24 lugar, com 3.287 pontos. Camila Comin, a outra brasileira na disputa terminou na 19 colocação, com 35.800 pontos. Em primeiro ficou a russa Svetlana Khorkina com 38.124 pontos, resultado que deu a ela o tricampeonato mundial. A prata ficou com a americana Carly Patterson (37.936). A terceira colocada foi a chinesa Zhang Na (37.624).

Topo da página

22/08/2003

Daniele se machuca e acaba em último no Mundial

Brasileira ficou em 24º lugar

Lancepress!

A ginasta brasileira Daniele Hypólito, se machucou na final individual do Mundial de Anaheim, nos Estados Unidos, disputada nesta sexta-feira, e acabou na 24ª e última colocação no Mundial de ginástica artística, com 3.287 pontos. Ela machucou o tornozelo na primeira rodada de exercícios.

A campeã mundial de ginástica é a russa Svetlana Khorkina, que somou 38.124 pontos, deixando a americana Carly Patterson, de apenas 15 anos e que competiu com uma fratura no cotovelo em segundo lugar. Em terceiro, ficou a chinesa Zhang Na, com 37.624 pontos. Este foi o terceiro título de Svetlana, que também ganhou em 97e 2001.

Outra brasileira, Camila Comin, terminou em 19ª, com 35.800 pontos.

Topo da página

21/08/2003

Ginastas ficam com a 8ª posição na final por equipe

CBG

As ginastas olímpicas brasileiras garantiram a 8ª posição na final por equipes no Campeonato Mundial de Ginástica Artística, realizado no último dia (20), em Anaheim – EUA, totalizando 107.297 pontos. As campeãs foram as americanas, com 112.573 pontos. A medalha de prata ficou para as romenas com 110.833 e o bronze para a Austrália com 110.335 pontos. O Brasil ainda perdeu para a China (4º), Espanha (5º), Rússia (6º) e Ucrânia (7º). Até o último rodízio de aparelhos o Brasil mantinha a 6ª posição na frente da Rússia e da Ucrânia, mas na trave ocorreram quedas de algumas ginastas deixando a equipe com o 8º lugar. Segundo a supervisora das Seleções, Eliane Martins, “nossas ginastas estão entre as oito melhores equipes do mundo, e isto reforça o reconhecimento pela ginástica brasileira e o resultado de planejamento e muito trabalho”.

Nesta sexta-feira (22), a partir das 18:00 horas (horário da Califórnia), as ginastas Daniele Hypólito e Camila Comin, estarão competindo a final individual geral, ao lado de outras 22 ginastas classificadas. Neste final de semana acontecerá as finais por aparelho. No dia 23 (sábado), o único representante do Brasil será Diego Hypólito que disputará a final no solo. No domingo (24), último dia de competição do Mundial de Ginástica Artística, Diego voltará a competir no salto e Daiane dos Santos será a esperança do Brasil no solo. Eliane Martins ressaltou que “para essas finais será necessário muita concentração e o mínimo de erros”.

Topo da página

19/08/2003

Brasil fica em oitavo por equipe no Mundial de Ginástica

Lancepress!

O Brasil terminou na oitava colocação a competição por equipes do Mundial de Ginástica Olímpica, que está sendo disputado desde o dia 17 na cidade de Anaheim, Estados Unidos. Ao furar a eliminatória e alcançar a final, as brasileiras haviam garantido vaga em Atenas.

A equipe verde-amarela estava na sexta posição até a prova da trave, em que as ginastas Camila Comin e Danele Hipólito caíram e fizeram com que o Brasil perdesse duas posições na classificação geral.

O país somou 107.297 pontos. A medalha de ouro ficou com os Estados Unidos (112.573), que nunca haviam ganhado um Mundial. A prata foi para a Romênia (110.883) e o bronze para a Austrália (11.335).

Topo da página

19/08/2003

Ginastas fazem avaliação do Mundial

CBG

“Estamos entre as 12 melhores equipes do mundo na ginástica olímpica”. Estas foram as palavras da ginasta Caroline Molinari, depois da conquista da 8ª posição na competição por equipe do Mundial de Ginástica Olímpica, que está acontecendo em Anaheim – EUA. Este é o primeiro Pré-Olímpico das ginastas Caroline Molinari, Ana Paula Rodrigues e Laís Souza. “Estávamos tensas pois sabíamos de nossa responsabilidade de enfrentar as melhores ginastas mundiais, mas conseguimos ir bem”, ressaltou Caroline. Suas palavras foram reforçadas pela capitã da equipe, Daniele Hypólito: “Foi mais fácil do que se esperava. O sonho de conquistar uma vaga para os Jogos Olímpicos de Atenas foi alcançado de forma brilhante pela equipe feminina de ginástica olímpica do Brasil”.

Daniele ressaltou que “a nossa missão era difícil, mas não impossível. Estou satisfeita porque pude dar minha colaboração para a equipe brasileira no Mundial. A classificação para Atenas comprovou que o Brasil cada vez mais vem se firmando na elite da ginástica olímpica mundial”.

Classificação por equipe feminina após a eliminatória:

1°) China - 148.671
2°) Romênia - 148.120
3°) Estados Unidos - 147.697
4°) Ucrânia - 146.994
5°) Rússia - 145.572
6°) Espanha - 145.409
7°) Austrália - 144.758
8°) Brasil - 143.946

Final por Equipe Feminina
Data: 20/08
Horário: 18:00 às 21:00 horas (horário dos EUA)

Topo da página

19/08/2003

Ginastas se classificam para Atenas

CBG

A equipe brasileira de ginástica olímpica conseguiu ontem (18), garantir vaga para Atenas em 2004. Esta é a primeira vez que o Brasil consegue classificar equipe completa para uma Olimpíada. As ginastas Daniele Hypólito, Camila Comin, Laís Souza, Caroline Molinari, Daiane dos Santos e Ana Paula Rodrigues ficaram com a 8ª posição no Campeonato Mundial de Ginástica Olímpica, que está acontecendo desde o dia 17 em Anaheim – EUA, totalizando 143.946 pontos e garantindo um lugar entre as 12 finalistas. A equipe vencedora foi a China (148.671). Em 2º lugar ficou a Romênia (148.120) e em terceiro os Estados Unidos (147.697).

Na final individual geral que acontece no dia 22 a partir das 18:00 horas, o Brasil estará representado pelas ginastas Camila Comin (19º) e Daniele Hypólito (21º). A ginasta Daiane dos Santos também conseguiu se classificar para a final no aparelho solo com a nota 9,512. A competição será nos dias nos dias 23 e 24.

Na totalização das notas nos quatro aparelhos na competição por equipe (trave, solo, paralela, salto) a ginasta Camila Comin foi a que obteve maior pontuação (35.824). Em seguida ficou a capitã da equipe, Daniele Hypólito com (35.662) os demais resultados individual geral foram: Daiane dos Santos em 196º lugar (27.099); Ana Paula Rodrigues em 162º com (26.899); Laís Souza em 169º com (26.512) e Caroline Molinari em 173º com a nota (26.224). No individual geral a campeã foi Elena Gómez com (37.549 pontos). Em 2º ficou Chelisie Memmel (37.449) e em 3º Svetlana Khorkina (37.249).

A final por equipe feminina acontecerá nesta quarta-feira (20), a partir das 18:00 horas (horário da Califórnia), onde o Brasil estará disputando vaga entre as oito melhores equipes do mundo. Já a final por aparelho será nos dias 23 e 24 a partir das 16h30min.

Topo da página

18/08/2003

Ginasta Mosiah Rodrigues representará o Brasil nas Olimpíadas de Atenas

CBG

O ginasta Mosiah Rodrigues será o único integrante da equipe masculina de ginástica olímpica, que representará o Brasil nas Olimpíadas de Atenas – 2004. A equipe do Brasil se classificou em 19º lugar nas eliminatórias do Campeonato Mundial de Ginástica Olímpica, no último domingo (17), em Anaheim – EUA. Para levar a equipe completa o Brasil precisaria ter se classificado até o 12º lugar, e para levar dois ginastas, ter ocupado até a 18ª posição.

Acima do 19º lugar são escolhidos os 10 melhores ginastas das equipes não classificadas, sendo somente uma vaga por país. Segundo os dados oficiais do Mundial, que foram contabilizados pela Confederação Brasileira de Ginástica, Mosiah Rodrigues se classificou em 45º lugar com a nota 53.625, e conseguiu ficar entre os 10 ginastas selecionados.

Segundo a Presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Vicélia Florenzano, “este resultado de conseguirmos classificar pelo menos um ginasta já era previsto, tendo em vista o nível técnico dos demais países que já possuem tradição na ginástica olímpica masculina”. Os demais ginastas ficaram em 48º (Danilo Nogueira); 172º (Michel Conceição);  196º (Diego Hypólito); 242º (Vitor Camargo) e 255º (Victor Rosa).

No último Campeonato Mundial Pré-Olímpico de 1999, Mosiah Rodrigues se classificou em 70º lugar com 52.561 pontos, e não conseguiu classificação para as Olimpíadas de Sydney 2000.  Em 2001 no Mundial da Bélgica ficou em 88º lugar individual geral com 49.474 pontos.

Com a 19º posição, o Brasil também ficou fora da final por equipe que acontece nesta terça-feira (19), e onde participam somente as oito melhores equipes. Será nesta competição que sairá a equipe Campeã Mundial Masculina.

Diego Hypólito na final por aparelhos

O ginasta Diego Hypólito, que no Mundial da Hungria em 2002 ficou com o 4º lugar no solo (melhor resultado de um brasileiro num mundial de ginástica olímpica masculina) é a esperança do Brasil na final por aparelho deste Mundial Pré-Olímpico para Atenas, que acontece nos dias 23 e 24. No domingo (17), Diego conseguiu terminar em 5º lugar no solo e 7º no salto, se classificando para a final.

Topo da página

17/08/2003

Seleção masculina de ginástica luta por vaga olímpica e sobrevida

Por Cristiano Cipriano Pombo - Agência Folha/UOL

Eles surpreenderam no Pan-Americano. Permitiram o show de medalhas da ginástica artística e apareceram para o mundo.

Neste domingo, porém, a partir das 13h, quando iniciam a participação brasileira no Mundial de Anaheim, nos EUA, os atletas da seleção masculina enfrentarão sua mais dura missão nos últimos quatro anos: tentar classificar um ginasta do país para os Jogos Olímpicos depois de 14 anos.

Integrantes da maior delegação brasileira na história do Mundial -29 pessoas-, os seis ginastas da seleção lutam para ficar entre 98 atletas que irão competir em Atenas-2004 e para dar sobrevida ao projeto de seleções da CBG.

"Pela primeira vez, a gente treinou um período junto [desde fevereiro] e se preparou como uma seleção. Cumprimos nossa missão no Pan [com cinco medalhas]. Temos nossa melhor chance de obter uma boa colocação. Além disso, é o futuro da equipe que está em jogo", afirmou o gaúcho Mosiah Rodrigues, 21, que integra o time nacional desde 1996.

Para alcançar a vaga no Olimpíada, a equipe tem de ficar neste domingo entre as 12 melhores do Mundial -da 13ª até a 18ª posição, o país assegura a vaga de dois atletas.

Ao mesmo tempo que fizeram a melhor preparação, com salário, verba de R$ 183 mil, viagens para disputar torneios internacionais e a contratação de técnico ucraniano (Vyacheslav Azimov), os brasileiros encaram seu torneio mais difícil. São 372 atletas e 57 equipes atuando em Anaheim, no maior Mundial do esporte neste século.

"Além de mais ginastas do que no feminino [372 contra 267], o nível no masculino é mais elevado. Ao contrário da mulher, o homem parece que fica melhor com o tempo. O Éric Lopez [cubano de 31 anos que ganhou seis ouros no Pan] é um exemplo", afirma Marco Martins, vice da CBG.

"O Azimov disse que, se conseguirmos repetir o feito do Pan, ficamos entre os 12 primeiros, mas creio que vamos lutar mesmo pela vaga até o 18º lugar", disse Diego Hypólito, 17, que tem o melhor resultado do país no Mundial por aparelhos -quarto lugar no solo.

Mesmo sem sofrer a pressão do time feminino, a seleção masculina vê a luta para se firmar no mapa da ginástica ganhar proporção maior pela necessidade de dar sobrevida ao projeto da CBG -nenhum brasileiro figura entre os dez melhores nos rankings da federação internacional e a última aparição nos Jogos foi em Barcelona-92, com Marco Monteiro.

"A Olimpíada é o trunfo para manter a seleção treinando junta em Curitiba. O ruim é que só o resultado irá contar", diz o paulista Vitor Camargo, 22.

Com alguns ginastas com contrato vencendo após o Mundial -o evento segue até o dia 24, com provas no feminino (as brasileiras estréiam neste domingo) e as finais-, a CBG diz que manterá o grupo até dezembro, quando será estudado se os atletas ficarão em Curitiba ou irão para seus clubes. Apesar disso, a primeira opção, para os ginastas, depende deste domingo.

Topo da página

17/08/2003

Há dois anos, evolução dita a trajetória da seleção masculina

Por Cristiano Cipriano Pombo - Agência Folha/UOL

Em dois anos, os brasileiros registraram sua maior escalada rumo à obtenção de resultados.

Do Mundial-01, na Bélgica, até o Pan-03, na República Dominicana, a seleção masculina melhorou a pontuação em todos aparelhos: argolas (0,776 ponto), cavalo com alça (1,911), barra fixa (0,776), salto (0,336), solo (0,862) e paralelas (0,513).

"É uma evolução significativa. Esse meio ponto pode representar até dez posições em um grande torneio", diz Marco Martins, vice da CBG e coordenador técnico da equipe.

Para os atletas, que estão juntos desde fevereiro, os torneios fora do país e os treinos com aparelhos novos e com o ucraniano Vyacheslav Azimov impulsionaram a escalada. "Só no Brasileiro, melhorei dois pontos a minha nota", afirma Diego Hypólito, irmão de Daniele, a estrela da seleção feminina.

"Aqui nos EUA vimos que os aparelhos do Mundial são iguais ao do torneio em Portugal. Isso facilitará para a gente", diz Mosiah Rodrigues, lembrando do Torneio de Boa Vista, quando a equipe venceu entre dez seleções, pouco antes do segundo lugar obtido no Pan.

Resultados bem diferentes da sétima e última posição no Pan-99 e do 23º lugar entre 37 países no Mundial-01.

Topo da página

16/08/2003

Seleção Masculina será a primeira a competir

CBG

A seleção masculina será a primeira a competir, neste domingo (17), das 9 às 13 :00 horas (horário da Califórnia), no aparelho paralela. A final masculina por equipe será no dia 19 a partir das 18:00 horas. A competição individual masculina acontece no dia 21, nesse mesmo horário. Já as meninas disputam a competição por equipe no dia 18, a partir das 9:00 horas no solo. As finais por equipe feminina será no dia 20, a partir das 18:00 horas. No dia 22 será a vez das provas individuais e no dia 23 e 24 acontecem as finais por aparelhos masculina e feminina.

Segundo a ginasta Daniele Hypólito, “treinamos muito para esta aqui e espero neste Mundial, conseguir representar bem o Brasil e garantir esta vaga tão sonhada para as Olimpíadas. Todas as ginastas possuem potencial para ir bem e espero que isto aconteça”.

Topo da página

16/08/2003

Mundial de Ginástica Artística começa neste sábado

Brasileiros buscam vaga para as Olimpíadas de Atenas

CBG

O 37º Campeonato Mundial de Ginástica Olímpica, que começa neste sábado (16), e prossegue até o dia 24 de agosto em Anaheim – EUA, será o passaporte para os ginastas brasileiros garantirem vaga nas Olimpíadas de Atenas em 2004. Foram inscritos 372 homens e 267 mulheres que estarão disputando 196 vagas para a ginástica artística nas Olimpíadas, sendo 98 masculinas e 98 femininas. As equipes precisam se classificar entre as 12 primeiras para garantir vaga em Atenas.

Se ficarem entre o 13º e 18º lugar somente duas ginastas representarão o Brasil, a exemplo do que aconteceu nas Olimpíadas de Sydney 2000, quando o Brasil levou somente as ginastas Daniele Hypólito e Camila Comin. No caso da equipe masculina, apesar do ótimo desempenho e medalha de prata no Pan de Santo Domingo, a classificação da equipe é um sonho ainda mais difícil de se realizar pelo nível técnico e número maior de ginastas. Mas a expectativa é de que o Brasil consiga pelo menos classificar um ginasta para Atenas.

No último Mundial de Ginástica Olímpica realizado em Tianjin – China (1999), pré-olímpico para as Olimpíadas de Sydney 2000, a equipe brasileira se classificou em 18º lugar e conseguiu somente duas vagas. Daniele Hypólito ficou em 40º na competição individual geral. Hoje a realidade é outra e as brasileiras já estão entre as dez melhores do mundo. O Brasil pôde acompanhar os avanços da modalidade através de resultados como a medalha de prata conquistada pela ginasta Daniele no Mundial da Bélgica em 2001 no solo e ainda o 4º lugar individual geral. A ginasta Daiane dos Santos também vêm mostrando evolução técnica ao longo dos anos. Nesta competição ficou em 5º lugar no solo. Além de inúmeros outros resultados em competições internacionais. 

Topo da página

16/08/2003

Programação do Campeonato Mundial de Ginástica Artística

CBG

Data: 16 a 24 de agosto
Local: Anaheim – Los Angeles – EUA

Classificatórias
17/08 – Apresentação da Equipe Brasileira de Ginástica Olímpica Masculina
Horário: 9:00 às 13:00 horas – início na paralela

18/08 – Apresentação da Equipe Brasileira de Ginástica Olímpica Feminina
Horário: 9:00 às 13:00 horas – início no solo

Final por Equipe Masculina
Data: 19/08
Horário: 18:00 às 21:00 horas

Final por Equipe Feminina
Data: 20/08
Horário: 18:00 às 21:00 horas

Final Individual Geral Masculina
Data: 21/08
Horário: 18:00 às 21:00 horas

Final Individual Geral Feminina
Data: 22/08
Horário: 18:00 às 21:00 horas

Finais por Aparelhos Feminina e Masculina
Data: 23 e 24/08
Horário: 16h30min às 21:00 horas

A final por equipe reunirá as oito melhores equipes do mundo. Já na prova individual geral participarão os 24 melhores ginastas e na prova individual por aparelhos os oito melhores em cada um dos aparelhos.

Topo da página

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio