home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Personalidade
 
 
 
 

Personalidade 02 - Elena Zamolodchikova

Com rotinas tão complexas quanto o seu sobrenome Elena tem mostrado extremo profissionalismo, mesmo sendo ainda tão jovem. Ela tem 18 anos. Nasceu em 19 de setembro de 1982.

Elena Zamalodchikova Elena e o seu treinador trabalham mesmo como um par, eles dependem de um ao outro. Elena vive uma intensa e séria vida, completamente dedicada à ginástica, muito semelhante à vida de qualquer outro atleta profissional. 

Se a ginástica fosse como qualquer outro esporte (não o é), não teríamos grandes atletas no topo tão jovens... tão mais jovens que em outros esportes, que freqüentemente são ainda crianças. Exige-se muito do corpo e também do espírito, e para ter êxito nisto, você geralmente precisa começar bem cedo. Foi o que Elena fez.

Quando ela ainda era uma pequena (na verdade, continua pequena - tem apenas 1,52m de altura e 42 kg!) criança, ninguém poderia sonhar que um dia ela seria uma Campeã Olímpica. Ela talvez até tivesse deixado o esporte ao ser diagnosticada uma condição séria em seu coração quando pequena. Felizmente, um outro exame provou que não havia nada de errado com ela; assim Elena continuou e cresceu até o que ela é hoje.

As exigências da ginásticas são tamanhas que você precisa praticar isto diariamente, a vida de uns ginastas é governada pelo esporte deles. 

Elena está sempre se mudando. Vive viajando da sua casa para a base dela na Olympic Reserve School, Round Lake (o Centro de Treinamento Nacional fora de Moscou), entre outros endereços, assim como os treinadores dela, por conta desta exigência de nível Olímpico da ginástica.

Sem se esquecer das competições e estágios de treinamento, tanto dentro como fora da Rússia, e que ela precisa assistir. Este horário exigente a ocupa, bem como seus treinadores, quase que completamente; mas eles estão preparados para este sacrifício, para ajudar Elena a alcançar o topo.

Normalmente, ela treina diariamente no ginásio próximo a sua casa. O ginásio é pequeno, mas completamente equipado.

Quando está em Moscou, ela treina freqüentemente no clube Dynamo Sports, ou no salão de ginástica do sob o Olympic Stadium, que tem uma grande área de solo, e que é bem aquecido durante os meses mais frios e mais escuros de inverno. 

Antes das competições internacionais e campeonatos nacionais ela treina e mora no centro de Treinamento Nacional que também não está longe de Moscou. 

Elena tem muitos amigos, especialmente entre as ginastas mais jovens. Como ela é de Moscou, ela freqüentemente compete ao lado de suas amigas Liudmila Ezhova, Elvira Almieva e Julia Korostelyova nas competições regionais. 

Embora apaixonada por Svetlana Khorkina e Elena Produnova, Elena parece mais íntima de Anastasia Koleshnikova, Ksenia Kekkonen e Julia Khorkina quando ela está em Round Lake.

Ekatarina (Katya) Lobaznyuk é atualmente sua companheira de quarto no Round Lake.

Embora Ekatarina seja de um caráter diferente, elas parecem se dar muito bem, muito embora sejam concorrentes diretas nas competições. Quando juntas em competições fora da cidade, freqüentemente dividem o quarto no hotel.

Comparando a algumas outras ginastas, Elena teve sorte por ser de Moscou. A infância dela foi bastante normal... 

A mãe de Elena, Irina Nikolayevna, é uma dona de casa, embora seja formada como professora. O pai de Elena, Mikhail Aleksandrovich, já foi Major no exército russo. Elena, apesar de mais parecida com a mãe, tem seu caráter mais parecido com o pai, que era bem valente. Ele esteve envolvido com a linha de frente da limpeza do desastre nuclear de Chernobyl. E acabou contaminado com a radiação, e foi morto letalmente por conta de doenças advindas da irradiação. Ele faleceu em 25 de abril, com seus heróicos esforços quase que completamente esquecidos na Rússia atual.

Elena sempre freqüentou a escola, com resultados excelentes. Agora ela terminou e conseguiu entrar no prestigioso Saint Petersburg Institute of Sports, onde pretende se formar uma técnica. Seus estudos levarão cinco anos até a graduação. Ela também está aprendendo inglês, no pouco tempo que sobra.

Elena não tem irmãos e seus treinadores até a enxergam como uma terceira filha adotiva. Elena é muito íntima com Anya e Julia Pivovarova (filhas de seus treinadores) e também da sobrinha deles, Yana Maslennikova. A amiga mais querida de Elena é Julia Pivovarova, que tem a mesma idade dela e partilhou tmabém a carreira de ginasta por toda a vida.

Elena adora animais, especialmente cães. Seu mais novo cachorro é um Yorkshire Terrier, que se chama Ashley.

A comida favorita de Elena é peixe, ela também gosta muito de sorvete e chocolate. Quando está em Moscou, Elena pode relaxar em casa, e gasta algum tempo de lazer e carinho com sua família e amigos. Os passatempos dela incluem a coleção de miniaturas de porcelana e estatuetas, além dos 'bottons' de ginásticas.

Seu passatempo esportivo é patinar, nadar ao ar livre (quando o tempo permite), ou na piscina do Round Lake. Ela também se interessa em ginástica rítmica, nado sincronizado, mergulho e patinação artística.

Elena adora ouvir Detsl, um cantor de hip hop russo, estilo Eminem. Ela pode assistir um show dele no camarote, e teve seu cd autografado pelo cantor. ela também curte os Backstreet Boys e Offspring.

No momento os meninos não representam um papel importante na vida de Elena; ela está muito bem com suas amigas, apesar de todo o interesse que ela tem despertado nos jovens ginastas do Round Lake.

Elena iniciou na ginástica ao 6 anos de idade, e esteve sempre com os mesmos treinadores. Sua técnica, Nadezhda Viktorovna Maslennikova, foi Master of Sport da URSS em ginástica. O marido dela, Sergei Nikolayevich Pivovarov, foi também Master of Sport, como nadador. Agora ele é um Treinador Honrado em Ginástica Artística, como a sua esposa.

Junto eles coordenam e cuidam da Olympic Reserve School, como uma família. Literalmente, tudo fica aos cuidados deles. Todos os deveres: manutenção do edifício e os aparelhos, administração da escola e seus de alunos. Mais todos os deveres de administração interna, incluindo a alimentação para os ginastas. Esta é uma escola de Reserva Olímpica, assim as crianças vivem em casa e têm uma vida normal durante a semana, com uma sessão de treino diariamente após a escola. Os treinamentos de finais de semana são sérios e às vezes, os ginastas passam o fim de semana inteiro na escola (Olympic Reserve School). Eles ficam treinando é claro, mas também jogando e se divertindo, assistem televisão, e quando necessário, também dormem em um pequeno quarto quando necessário. Ocasionalmente, quando a situação fica difícil na casa de algum ginasta, o ginásio também é um abrigo seguro para uma criança carente de algum consolo emocional. A vida na Rússia não é fácil para a maioria das pessoas comuns, e a vida de Elena não é nenhuma exceção a esta regra. 

São nomeadas a todas as meninas, inclusive Elena, as suas tarefas, como comprar mantimentos, lavar louças, varrer o chão, etc. Elas têm tudo o que precisam, e são tratadas igualmente, sem exceções, sem favoritos. Todos trabalham pela coletividade.

Quando sobra algum dinheiro extra no final do ano, as elites passam cerca de uma semana no estrangeiro.

Sob as condições espartanas de vida no National Training Center de Round Lake fora de Moscou não há muitas diversões para adolescentes como Elena. Suas outras companhias são a televisão, os livros e jogos de computador, na vida monótona e enfadonha, especialmente durante os meses de inverno escuros e frios.  Durante as  horas de luz do dia, Elena tem tempo apenas de ser chateada, já que a atmosfera de treinamento altamente competitiva do National Training Center, faz ela trabalhar fora de seus limites de resistência e capacidade emocional. Assim, como o resto da elite de ginástica da Rússia ela se junta lá durante vários meses por ano, formando as equipes que representam a Rússia no estrangeiro nas competições mais importantes. 

A própria Elena trabalha aproximadamente 8 horas por dia, 6 dias por semana, e vive a vida de uma atleta profissional. As duas horas de cada sessão, e as três sessões de treinos, constituem a rotina diária dela. Soma-se a isso, três refeições e m cochilo à tarde. Ela acorda às 6:30h, e vai dormir às 22:00h.

Agora que ela alcançou o grau mais alto na ginástica, lhe é permitido treinar no seu próprio horário, com seu próprio plano. Um grande privilégio que ela compartilha com Svetlana Khorkina.

Dia a dia Elena trabalha na condição dela e ensaia as suas séries; às vezes a uma intensidade menor, quando não há nenhuma competição em vista. Praticamente não há um só dia sem ginástica para ela. Até mesmo quando não há nenhum aparelho ao seu redor, ela continua trabalhando flexibilidade a seu modo e usa a mobília doméstica para treinar os exercícios básicos.

De acordo com a filosofia russa de ginástica, não pode haver nenhum lapso, porque é considerado uma exigência para um ginasta estar em contato com os aparelhos diariamente para manter um nível básico. 

Durante décadas a União Soviética aperfeiçoou seus métodos de treinamento em todos os tipos de esportes através de estudos e experiências científica. E agora a Rússia está colhendo os frutos destas experiências.

Antes dos campeonatos europeus, mundiais ou olimpíadas, Elena está treinando no Round Lake o tempo todo. Às vezes durante semanas sem interrupção, de acordo com um horário cientificamente provado, ela passa pelo treinamento para sua condição física, o qual chamamos de periodização de treinamento; onde ela é fisicamente e mentalmente preparada para  representar a Rússia. Elena é acompanhada de perto por um médico, já que a sua saúde é um recurso muito importante. Imagine as conseqüências que um dano poderia estar causando a ela. Além de médicos, há banhos a vapor, fisioterapeutas e massagistas à disposição dos ginastas. Também são usadas competições internas regularmente, que servem para  monitorar o progresso dela, espírito competitivo, e resistência antes de se cansar. Hábitos alimentares através de uma dieta cuidadosa para que ela persista no mesmo peso. Até o início da  competição todo detalhe da vida dela parece estar sob total controle.

Ao chegar no pico de treinamento e forma física, há um aligeira baixa na intensidade do treinamento, o que permite ao corpo dela ajustar-se para desenvolver a massa magra necessária, e esperançosamente ela reterá este nível de condição mais alto de fato até competição começa. Para a sua própria segurança, Elena se utilizará apenas na competição a aproximadamente 80% do que ela é fisicamente capaz, e sabe que sempre permanecerá algumas reservas nela. 

Esta é a vantagem principal de ter usado um esquema de periodização: porque a condição dela ainda é abaixo do nível exigido, os ginastas não competem no máximo deles; uma precaução de segurança sensata se você quer ter uma carreira longa e saudável. 

Devido às exigências na  estrutura óssea, musculatura, articulações e metabolismo durante a fase de formação, Elena pode ser 'periodizada' só duas vezes por ano, para que não venha a causar nenhum dano permanente no seu corpo ainda em desenvolvimento. Devido à natureza e intensidade diária do treinamento deles, os ginastas são vulneráveis a danos específicos relacionados a sobrecargas principalmente. Especialmente as articulações e ligamentos dos ombros, cotovelos, pulsos, joelhos e tornozelos são vulneráveis à sobrecarga e resultam em irritação e possível inflamação. 

Embora, devido ao impacto repetido, os ginastas tenham geralmente uma densidade óssea maior que as pessoas normais; fraturas de estresse principalmente nas pernas (canelas) também ocorrem.

Elena sabe que leva um certo risco calculado com a sua saúde e segurança, mas ela também sabe que está em boas mãos, e as suas recompensas excedem em valor os sacrifícios dela. Não faça nenhuma presunção aqui, ginástica deste nível não são precisamente bem 'recebidas' no corpo de um ginasta. Todos os ginastas, incluindo Elena, têm que lidar com dor constante e incômodos por causa dos muitos pequenos danos causados pelo treinamento e competições durante as 51 semanas de treino por ano.

Voltando agora para Elena, ela gosta de trabalhar em todos os aparelhos, mas principalmente do solo e do salto.

Os ginastas favoritos dela são Ioannis Melissanidis (outro grande saltador e acrobata), Aleksei Nemov e Aleksei Bondarenko. No feminino, suas favoritas são Lilia Podkopayeva, Svetlana Khorkina e Adrienn Varga. 

Elena não se enxerga começando a sua vida novamente de uma outra forma, que não como ginasta. Está completamente acostumada a esta vida, que apesar de por vezes estressante, também lhe proporciona muitas oportunidades para viajar para outros países e ainda ganhar algum dinheiro. 

Elena vem treinando bastante, visando o Goodwill Games de 2001, e não recusa a idéia de competir nos Jogos Olímpicos 2004.

Confira outras fotos de Elena Zamolodchikova:

01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20

21  22  23  24  25  26  27  28  29  30

Fonte: OEG - Olympic EuroGym

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio