home  
 
home
adicionar ao favoritos
indique esta página
english version soon
Ginásticas
História
Acrobática
Aeróbica
Artística
Geral
Rítmica
Trampolim
Conteúdo
Artigos
Biblioteca
Entidades
Hot Links
Notícias
Onde Praticar
Resultados
Especiais
Ginásios
Ginasloucos
Obstinação
Personalidade
Supereventos
Interação
Chat
Downloads
Fórum
Guestbook
Newsletter
Opinião
Institucional
Anuncie
Contato
O Site
Quem Sou
Serviços

Consultar arquivos

criação e
manutenção
d_e_n_i_x®
     
 
Personalidade
 
 
 
  Personalidade 15 - Bruna Perandré Costa

Por: Denis Ribeiro Patrocinio - Fotos: Ricardo Bufolin, Nelson Antoine e Bruna Costa.

Colecionadora de livros de Harry Potter e de... medalhas!

É isso mesmo! É sorrindo que Bruna Perandré Costa, ginasta da Associação Atlética Guaru/São Paulo Futebol Clube (Guarulhos/SP) tenta contabilizar todas as medalhas que já ganhou em sete anos de prática da Ginástica Artística. “Tenho mais ou menos 137 medalhas (destaque para as de ouro e prata que são maioria) e uns 6 troféus...”, diz.

esp_perso_15c.jpg (140998 bytes)E quem nunca ouviu falar em Bruna Costa, provavelmente não é um assíduo espectador da ginástica nacional. Bruna tem surpreendido na conquista de títulos importantes. E só para citar alguns destes títulos mais recentes, no Campeonato Brasileiro Adulto em Julho/2004, ficou com a medalha de prata na classificação individual e nos Jogos Regionais 2004, alcançou a medalha de ouro em três aparelhos!

Bruna nasceu no interior do estado de São Paulo, em Assis, em 10 de janeiro de 1989. Aos 3 anos de idade já freqüentava aulas de natação, quando sua professora aconselhou sua mãe a leva-la para um teste de ginástica, pois achava que Bruna tinha o biótipo ideal para a modalidade. “Foi quando tive meu primeiro contato com a ginástica... fiquei 3 meses treinando na escolhinha, só brincadeira. Mas comecei a treinar sério depois de 5 anos”, diz Bruna.esp_perso_15d.jpg (206271 bytes)

Aos 8 anos de idade, Bruna começava a treinar para valer a Ginástica Artística no SEMEL/ASPAGO em Bauru/SP. Nesta época buscou inspiração nas ginastas russas que treinavam naquela cidade: Yna, Svetlana e Natasha. Hoje, seus ídolos são Daniele Hypólito e Daiane dos Santos.

Tão jovem, e nem por isso temerosa. Bruna enfrentou um grande desafio em sua carreira ao sair de Bauru para treinar em Guarulhos. Veio em busca de melhores condições de treinamento (estrutura física e equipe de técnicos), e ainda hoje paga um alto preço por isso: “morando em Bauru, a maior dificuldade era a falta de dinheiro para poder participar de campeonatos paulistas e brasileiros...” – hoje, o maior problema é estar longe da família – : “sinto muita falta dos meus pais e irmãos (que continuam morando em Bauru)”, diz Bruna. E satiriza: “e ainda tenho de morar com minha técnica. Isto é bem difícil para mim! (risos)”.

Em Bauru, Bruna treinava com o técnico Vladimir Sobol, e na A. A. Guaru/SPFC em Guarulhos, ela hoje tem como técnicos o russo Vladimir Cheiko, Mônica Barroso dos Anjos e Júnia Cerqueira.

Bruna considera o espaço físico da A. A. Guaru/SPFC, mas ressalta que alguns aparelhos precisam ser trocados – “como o solo que oferece risco de se machucar, e por isso treino na pista para o fosso. Isso dificulta na hora de competir no solo oficial”.

Apesar dos títulos que vem acumulando ao longo do tempo, Bruna tem consciência também de suas dificuldades. Diz ter esp_perso_15f.jpg (131954 bytes) muitos defeitos em elementos básicos e isso prejudica na hora de treinar alguns elementos de técnica mais apurada, mais alto grau de dificuldade. Gosta de todos os aparelhos – “apesar de meus medos da trave” – e diz que a cada época se sobressai em um dos aparelhos. Em sua atual rotina de solo, ela utiliza a música que consagrou Dominique Moceanu (ginasta americana) em 1996.

A rotina de treinamento é bem intensa: treina de segunda a sábado, cerca de 4 a 5 horas por dia. Férias? Quando possível, alguns dias no meio do ano. Já as do fim do ano, são garantidas. Além dos treinos, Bruna se dedica ao colégio (cursa atualmente o 1º ano do ensino médio) e diz não ter nenhum namorado: “não tenho tempo!”. O pouco tempo que lhe sobra, esta fã de livros de Harry Potter, reserva para passear com os amigos, usar internet, dançar ou ir ao cinema. Gosta de músicas do tipo Pop Rock e curte ainda como segundo esporte, a natação.

A prática esportiva está presente na sua família já há algum tempo. Seus pais praticavam vôlei (seu pai, além de vôlei, jogava também futebol e xadrez), e seus dois irmão (mais novos que ela) praticam futebol. Em Guesp_perso_15a.jpg (128243 bytes)arulhos, Bruna ‘adotou’ Laura (outra ginasta de Guarulhos) como sua irmã: “na ginástica sempre há uma grande concorrência, mas nem por isso deixamos de lado a amizade e quando sobra um tempinho, sempre conversamos umas com as outras. Assim é legal por temos concorrência dentro da competição e fora somos amigas. Tenho muitos amigos e falo com todos e a Laura é especial pois moramos juntas há três anos. Somos irmãs! (risos)”.

Bruna diz que sua família apóia muito o que ela faz, mesmo achando que é bastante sacrificante: “eles me apóiam, sabem que essa é a minha vida!”, diz.

Na ginástica, Bruna tem também o acompanhamento de uma psicóloga, uma fisioterapeuta e um nutricionista. Mas... preocupações com peso ela parece não ter. Com seus 1,56m de altura, ela pesa apenas 43 kg. E diz que o prato que mais gosta é Strogonoff com Batata Frita e Coca-Cola.

Sua primeira competição foi em 1997, no Rio de Janeiro, onde também foi campeã nos exercícios de solo. E destaca como um momento especial em sua carreira, o dia em que foi chamada para competir no Desafio Internacional Brasil x EUA x Ucrânia, em Curitiba 2002.

Este é o ultimo ano de Bruna na categoria Juvenil e por ter nesp_perso_15b.jpg (114569 bytes)ascido em Janeiro de 1989, não tinha a idade mínima necessária para estar presente na equipe olímpica para Atenas 2004. Isso, mesmo ela tendo alcançado o índice necessário nas seletivas que definiram a equipe em 2002. mas o sonho permanece: “meus planos são primeiramente entrar na seleção permanente de ginástica e depois, é claro, competir em Mundiais e nas Olimpíadas de 2008”. Se eu não conseguir realizar isso, então penso em cursar uma faculdade de Educação Física e em seguida, Artes Cênicas”.

Bruna considera a Ginástica Artística tão estressante quanto prazerosa, e diz: “com certeza vale a pena meus esforços, pois é isso que eu gosto de fazer!”. Em 2001, ela quebrou um dedo da mão direita e passou por uma cirurgia para a implantação de um pino metálico – “que provavelmente carregarei durante toda minha vida”, diz. Naquela época, ficou afastada dos treinos e competições. “Foi um período triste e ao mesmo tempo gratificante, pois acreditaram na minha recuperação e fui bem recebida na equipe em Guarulhos”.

Há ainda o problema financeiro do esporte no Brasil: “não se ganha um bom dinheiro e acho que pouquíssimos profissionais vivem exclusivamente de ginástica. Só aqueles que têm sorte ou mesmo muito talento para ganhar medalhas internacionais e conseguem vários patrocínios,esp_perso_15e.jpg (157425 bytes) como a Daiane (dos Santos) e Daniele (Hypólito)”, diz Bruna indignada. E completa: “eu faço ginástica porque acredito ter talento para este esporte. Além disso, a ginástica me proporciona oportunidades de conhecer novos lugares. Nem consigo imaginar uma particularidade desta modalidade esportiva que mereça uma atenção especial. Acho que se a gente tem talento e força de vontade, a gente acaba gostando do esporte como um todo. Eu tenho a sorte de ter um biótipo bom e não ter muitos problemas com peso, o qual muitas atletas sofrem. A receita é muito treino durante a semana inteira, mesmo que, às vezes, se tenha dor!”.

Bruna ressalta que este é um esporte lindo e que todos podem praticar: “é claro que o nível de dificuldade dos elementos praticados deve ser devidamente dosado por um profissional experiente que sempre deverá visar a saúde do ginasta. E é claro que cada um tem seu próprio limite e este deve ser atingido com prazer. Determinação e coragem são indispensáveis para quem quer ir mais além e competir neste esporte”.

E deixa também seu recado para os técnicos e dirigentes: “vocês devem pensar o ginasta como um ser completo, isto é, mente e corpo. Atentar para a exaustão física e o desgaste emocional imposto ao ginasta, e este saber lidar com seus instintos de sobrevivência toda vez que executa um elemento que ameace sua integridade física”.

É isso aí Bruna! Muito boa sorte pra ti e que grandes conquistas neste esporte venham em seu nome! ;)

Confira os resultados alcançados pela Bruna desde o início em 1997:

Fonte: Site da Bruna 

 

Competição

Cidade

Solo

Salto

Paralelas

Trave

Individual

Equipe

1

Jogos Regionais 2004, 10/7/2004

Cotia



2

Campeonato Brasileiro - Etapa Adulta, 3/7/2004

Porto Alegre



15º

-

3

Campeonato Estadual - Etapa Adulta, 29/5/2004

Guarulhos



?

4

VII Jogos da Juventude, 15/11/2003

Brasília



5

Campeonato Brasileiro - Etapa Juvenil, 1/11/2003

Londrina

-

6

Jogos Abertos do Interior, 11/10/2003

Santos



7

Campeonato Estadual Paulista (Etapa Juvenil), 4/10/2003

Guarulhos



-

8

Jogos Regionais 2003, 20/7/2003

Guarulhos



?

9

Campeonato Brasileiro (Etapa Adulta), 20/6/2003

Rio de Janeiro



11º

21º

-

10

Campeonato Estadual - Etapa Adulta, 17/5/2003

Guarulhos



11

IV Circuito Brasileiro de Ginástica, 17/3/2003

São Paulo

10º

-

-

12º

-

-

12

Campeonato Brasileiro - Etapa Adulta, 12/10/2002

Curitiba

-

-

-

-

15º

-

13

Torneio Internacional Brasil x USA x Ucrânia, 28/9/2002

Curitiba

-

-

-

-

-

14

Jogos Abertos do Interior, 24/9/2002

Franca

-

-

-

-

-

15

Campeonato Brasileiro - Etapa Juvenil, 21/9/2002

São Paulo



-

-

16

Campeonato Estadual - Etapa Adulta, 7/9/2002

Guarulhos



-

-

17

Campeonato Estadual - Etapa Juvenil, 31/8/2002

Guarulhos



-

18

VI Jogos da Juventude, 27/7/2002

Goiânia

-

-

19

46º Jogos Regionais (SEET) - 1ª Fase, 9/7/2002

Caieiras



-

-

-

-

20

Campeonato Brasileiro - Etapa Juvenil, 24/11/2001

Curitiba



-

-

21

Campeonato Brasileiro - Etapa Infantil, 5/10/2001

São Paulo

-

-

-

10º

11º

22

Campeonato Estadual - Etapa Infantil, 22/9/2001

Guarulhos

-

-

-

-

23

45º Jogos Regionais, 25/7/2001

Bauru

-

-

-

24

II Etapa da Liga 2001, 30/6/2001

Paulínia

-

-

-

-

25

I Etapa da Liga 2001, 9/6/2001

Descalvado



26

Copa de Seleções Estaduais, 19/5/2001

Porto Alegre

-

27

Seletivas para a Copa de Seleções e Campeonato de Aparelhos, 5/5/2001

Guarulhos

-

-

-

-

-

28

III Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica (2000), 16/9/2000

Bauru



29

Jogos Regionais do Interior 2000, 13/7/2000

Jaú



-

-

-

-

30

II Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica, 24/6/2000

Bauru

-

-

-

31

Campeonato de Aparelhos - G.O. Masc. e Fem. (2000), 17/6/2000

Guarulhos

-

-

-

-

32

Copa São Paulo de Ginástica Olímpica (2000), 3/6/2000

São Bernardo do Campo

-

-

-

-

-

33

IV Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica (1999), 13/11/1999

Votorantim

-

-

34

Copa São Paulo - Federação Paulista de Ginástica Olímpica (1999), 6/11/1999

São Paulo

-

-

-

-

-

35

III Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica (1999), 18/9/1999

Bauru

-

-

36

Jogos Regionais 1999, 2/7/1999

Barra Bonita

-

-

-

-

37

II Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica (1999), 19/6/1999

Paulínia



38

Joguinhos Abertos do Interior Etapa II (Cubatão 99), 5/6/1999

Santos

-

-

-

-

-

39

I Etapa da Liga Intermunicipal de Ginástica Olímpica (1999), 29/5/1999

Descalvado



-

40

Joguinhos Abertos do Interior Etapa I, 22/5/1999

Bauru



41

II Torneio de Ginástica Olímpica, 5/12/1998

Votorantim

-

42

V Etapa da Liga Regional de Ginástica Olímpica, 24/10/1998

São Roque

-

-

43

Copa São Paulo - Federação Paulista de Ginástica Olímpica, 13/9/1998

São Paulo

-

-

-

-

-

44

IV Etapa da Liga Regional de Ginástica Olímpica, 10/8/1998

Bauru

-

45

Jogos Regionais 1998, 10/7/1998

Avaré

-

-

-

46

II Etapa da Liga Regional de Ginástica Olímpica, 27/6/1998

Paulínia



47

I Etapa da Liga Regional de Ginástica Olímpica Sesi/Sesbol, 5/5/1998

Votorantim

-

-

-

-

-

48

Copa de Ginástica Ato-Matão Tramp, 5/4/1998

Campinas

-

-

-

-

-

49

Torneio Campeão III, 15/11/1997

Rio de Janeiro



-

-

-

-

Total de medalhas de ouro : 54  

Total de medalhas de prata : 45  

Total de medalhas de bronze : 38

Total de medalhas: 137

 

 
 
 
     
   
 
 
 
Resolução mínima de 800x600 IE 5.0
© Copyright Ginásticas.com 2000-2003,
Denis R. Patrocinio